Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
‘BeO_Braga em Obras’ : Projecto é “compromisso” com a cidade e dá “responsabilidade a todos”
Ponte de Lima aprovou empreitada do “Centro Cívico de Gondufe – Parque de Estacionamento”

‘BeO_Braga em Obras’ : Projecto é “compromisso” com a cidade e dá “responsabilidade a todos”

Viana do Castelo: Contas de 2020 da Câmara Municipal com resultado líquido positivo de 2,8 milhões de euros

‘BeO_Braga em Obras’ : Projecto é “compromisso” com a cidade  e dá “responsabilidade a todos”

Braga

2021-05-05 às 11h00

Patrícia Sousa Patrícia Sousa

Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Braga, Lídia Dias, destaca que projecto cultural ‘BeO_Braga em Obras’ reconhece as mais-valias que o território tem em arte pública, que não estava trabalhada nem inventariada.

O projecto cultural ‘BeO_Braga em Obras’ vem “dar a todos a responsabilidade de olhar e cuidar do espaço público”, enquanto a continuação daquela que é a nossa casa. Este é, assumiu ontem a vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Braga, durante a apresentação do projecto, “um compromisso com a cidade, o compromisso de continuar a cuidar daquilo que é belo”. Lídia Dias defendeu que “o espaço púbico também é um espaço de cultura, um lugar de aprendizagem e deve ser respeitado”.
Ao entender o espaço público como “um espaço maior de cultura, mas também como um espaço pedagógico de construção de novos olhares e leituras, deve estar acessível às pessoas”. Por isso, o Município de Braga aceitou o desafio e abraçou mais uma sinergia com a zet gallery e o dstgroup para criar “mais-valias para uma cidade culturalmente mais feliz, mais cosmopolita e mais vanguardista”.
O projecto cultural ‘BeO_Braga em Obras’, integrado na Capital da Cultura do Eixo Atlântico, “reconhece as mais-valias que o território tem em arte pública, mas que não estava trabalhada nem inventariada”, sublinhou a vereadora da Cultura.
Este projecto de inventariação e o trabalho de estudo e investigação que foi necessário fazer para cada obra, bem como a colocação da sinalética no local, “permitiu perceber que Braga tem um conjunto de monumentos e de obras que são mais antigas, sobretudo esculturas, bustos e intervenções significativas das pessoas, mas também tem obras mais contemporâneas com ousadia, inovação e completamente diferentes”, constatou Lídia Dias, informando que as 101 obras identificadas datam de 1934 até 2020.
Neste projecto, não se limitou a fazer a inventariação e a catalogação das obras em espaço público no centro da cidade, mas percorreu o concelho de Braga. “Este é um livro que a todos nos deve orgulhar, porque sentimos que o município valoriza a arte em espaço público”, confidenciou a vereadora, garantindo que a cidade fica “com um documento único em termos nacionais e que pode fazer história e ser a candeia que vai à frente a iluminar outros concelhos que possam replicar e valorizar o trabalho de tantos e tantos artistas que muitas vezes são esquecidos, o que também acontecia e acontece em Braga”. Lídia Dias foi mais longe: “temos autores de obras que estão no espaço público e, que muitas vezes, o próprio autor e o que a obra significa ficavam muito aquém”.
Com este projecto, “vai ser possível as pessoas terem melhor compreensão das obras que existem no espaço público e este trabalho pedagógico vai acontecer e ser efectivado”, aplaudiu.
Entretanto, estão a ser preparados alguns roteiros para as pessoas conhecerem algumas das obras agora inventariadas e catalogadas.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho