Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Braga prepara-se para acolher as comemorações do Dia de Portugal
Ligações indevidas à rede de águas pluviais poluem ribeiro em Viana do Castelo - APA

Braga prepara-se para acolher as comemorações do Dia de Portugal

Viana do Castelo promove exposições de presépios e árvores de Natal

Braga prepara-se para acolher  as comemorações do Dia de Portugal

Braga

2022-04-22 às 06h00

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas esteve ontem em Braga no âmbito da preparação das comemorações do 10 de Junho. Haverá eventos em vários locais da cidade, destacando-se a Avenida da Liberdade que será o palco da parada militar.

Citação

Braga prepara-se para acolher as comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas que vão decorrer em vários pontos da cidade, mas que têm na Avenida da Liberdade o palco da parada militar e dos discursos solenes.
No âmbito da preparação das comemorações esteve ontem em Braga o Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, o almirante António Manuel Fernandes da Silva Ribeiro, que na companhia do presidente da Câmara Municipal, Ricardo Rio, visitou alguns dos locais onde vão decorrer as cerimónias, nomeadamente o Theatro Circo e a Avenida da Liberdade.
Ao Correio do Minho, Ricardo Rio explicou que tem havido vários contactos entre o Município de Braga, a Presidência da República e outros organismos que intervém nestas comemorações no sentido de preparar o que se vai passar “não só no dia 10 de Junho, mas durante os dias em que se vai desenvolver a programa comemorativo”.
O edil desvenda que além das habituais cerimónias protocolares também se deverão realizar muitos outros eventos como um grande concerto no Theatro Circo, exposições de meios militares, iniciativas dirigidas às escolas, recepção ao corpo diplomático, entre outras.
O autarca alerta que as comemorações irão originar algumas restrições no trânsito em algumas zonas da cidade, durante o 10 de Junho e nos dias anteriores, mas acredita que a população percebe que são constrangimentos necessários.
Rio considera que esta é uma oportunidade para os bracarenses vivenciarem ao vivo as comemorações do Dia de Portugal, sendo também esta uma oportunidade promover a cidade pelo impacto que a cerimónia tem no país.
Por despacho do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, datado de 31 de Janeiro e publicado em Diário da República, a cidade de Braga foi designada como a como sede das comemorações, em 2022, do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas. Já junto das comunidades portuguesas as comemorações vão acontecer no Reino Unido.
Quando foi anunciada a escolha de Braga, Ricardo Rio realçou que “já vinha reivindicando, de há alguns anos a esta parte, que Braga fosse contemplada com estas comemorações, tendo em conta que a última vez em que acolheu as celebrações do 10 de Junho foi na década de 80, ainda era Presidente da República Mário Soares”.
O autarca lembrava ainda que Braga será a capital de distrito que há mais tempo não acolhe o 10 de Junho.
“Vejo com muito bons olhos esta realização em Braga, não só por ser um momento marcante para o país, mas porque, de certa forma, acaba por ser testemunho de que Braga pode significar quando se evoca a nossa nacionalidade e os desafios do nosso país um exemplo daquilo que o futuro nos deve trazer”, realçava Rio.
O despacho publicado em Diário da República estabelece que, “para a organização das comemorações é constituída uma Comissão presidida por Professor Doutor Jorge Miranda, professor catedrático jubilado da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa”. A comissão integra ainda o almirante António da Silva Ribeiro, Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, Fernando Frutuoso de Melo, chefe da Casa Civil do Presidente da República, o Vice-Almirante Luís de Sousa Pereira, chefe da Casa Militar do Presidente da República, Rita Magalhães Collaço, secretária do Conselho de Estado, o Tenente-General João Vaz Antunes, secretário do Conselho Superior de Defesa Nacional, Ana Cristina Baptista, secretária-geral da Presidência da República, e a embaixadora Clara Nunes dos Santos, Chefe do Protocolo do Estado.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho