Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
‘Braga Promenade’ promete mais artistas e diversidade em 2021
Segundo semestre na UMinho em regime de ensino à distância

‘Braga Promenade’ promete mais artistas e diversidade em 2021

Comunidade surda solicita a contratação urgente de Intérpretes

‘Braga Promenade’ promete mais artistas e diversidade em 2021

Braga

2020-01-17 às 06h00

Patrícia Sousa Patrícia Sousa

Programa musical do ‘Braga Promenade’ foi ontem apresentado no Theatro Circo. Os três concertos estão quase esgotados e o presidente da autarquia já garantiu continuidade deste projecto.

A bilheteira praticamente esgotada antecipa já o sucesso da primeira edição do ‘Braga Promenade’, que vai apresentar três concertos no Theatro Circo (ver caixa ao lado). Por isso, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, afirmou “o compromisso” do ‘Braga Promenade’ voltar em 2021. “Vamos ter um programa com mais força, mais ambição, com artistas de qualidade e diversidade e capacidade de envolvência em contexto de espaço público e interacção com vários agentes culturais”, garantiu, ontem, o autarca, durante a apresentação do projecto.

Composto pela apresentação de alguns dos mais relevantes artistas do actual panorama musical nacional e internacional, o ‘Braga Promenade’, tem início com espectáculo a 18 de Janeiro (esgotado) e prolonga-se com mais dois concertos que acontecem a 26 de Janeiro (quase esgotado) e a 2 de Fevereiro (esgotado). “Este é o testemunho que a aposta feita foi perfeitamente pertinente. O público corrobora a nossa opção de se realizar no início do ano, altura com menos oferta cultural, bem como a pertinência do projecto”, defendeu Ricardo Rio, referindo que a bilheteira e os patrocinadores cobram o investimento feito de de 75 mil euros. No futuro, continuou o autarca, “o objectivo é partilhar diferentes espaços e complementar as ofertas, fazendo apostas com outras actividades com funções pedagógicas e divulgação e potenciação de outras acções”.

A vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Braga, Lídia Dias, começou por aplaudir o projecto que surge nesta “época mais adormecida” do ano, oferecendo concertos de qualidade ao público. “Este é um bom pronuncio para acolher a Capital da Cultura do Eixo Atlântico com uma diversidade cultural muito importante”, referiu a vereadora, acreditando que “este é o melhor pontapé de saída de um programa de excelência para este ano”.
Também na conferência de imprensa, o director artístico do Theatro Circo, Paulo Brandão, espera que “este projecto de grande qualidade vai marcar a cidade de forma diferente”, sendo “um motivo de orgulho para todos”. O director artístico enalteceu ainda o facto do público já “ir à procura da programação”, tendo havido inclusive um “grande acréscimo” do Cartão Quadrilátero. “Tem havido um investimento continuado e isso tem trazido público ao Theatro Circo”. Prova disso é que os próximos espectáculos estão quase todos esgotados.
Entretanto, o maestro Osvaldo Ferreira elogiou o Theatro Circo que “tem criado ininterruptamente programas de excelência”, admitindo que este “é o timing perfeito” para a realização deste “grande evento”, que assinala o 250.º aniversário de Beethoven.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho