Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Câmara apoia com 75 mil euros sede do Centro Humanitário
Eixo Atlântico permite “juntar e somar vontades diferentes”

Câmara apoia com 75 mil euros sede do Centro Humanitário

Município de Braga suporta custos de testagem à COVID-19 a atletas dos escalões de formação

Câmara apoia com 75 mil euros sede do Centro Humanitário

Alto Minho

2021-04-06 às 06h00

Redacção Redacção

Protocolo foi ontem assinado pelo presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa, e o responsável pelo Centro Humanitário do Alto Minho da Cruz Vermelha Portuguesa.

A Câmara Municipal de Viana do Castelo e o Centro Humanitário do Alto Minho da Cruz Vermelha Portuguesa assinaram ontem um protocolo para apoiar a requalificação do centenário edifício onde está instalada a sede daquela instituição com uma verba de 75 mil euros.
O protocolo foi assinado na data em que o Centro Humanitário do Alto Minho comemorou 110 anos ao serviço dos vianenses.
Para o presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa, trata-se de uma instituição com “mais de um século a actuar na defesa e na promoção da saúde” dos cidadãos, assumindo-se como “marco fundamental para o concelho”.
De acordo com a proposta ontem assinada, o edifício sede do Centro Humanitário do Alto Minho da Cruz Vermelha que se situa na Avenida dos Combatentes da Grande Guerra comemorou um século do início da sua construção, datada de 1920.
“Pela sua antiguidade, utilização diária e massiva, o edifício sede do Centro Humanitário do Alto Minho da Cruz Vermelha apresenta sinais de desgaste, principalmente no telhado e nas fachadas”, refere o documento, o que justifica a empreitada a ser apoiada pelo Município de Viana do Castelo.
No local, funcionam actualmente os serviços administrativos, gabinetes de direcção e da acção social, gabinetes médicos e o posto de enfermagem, bem como o salão nobre e o espaço solidário.
De destacar que o Centro Humanitário do Alto Minho da Cruz Vermelha Portuguesa “presta assistência humanitária e social, em especial aos mais vulneráveis, prevenindo e reparando o sofrimento e contri-buindo para a defesa da vida, da saúde e da dignidade humana dos vianenses”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho