Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Câmara Municipal de Braga aprova projecto PISA para as Escolas
Artur Jorge: Só há uma hipótese: vencer os cinco jogos

Câmara Municipal de Braga aprova projecto PISA para as Escolas

Junho trouxe procura e ‘confiança’ à retoma económica de Caminha

Câmara Municipal de Braga aprova projecto PISA para as Escolas

Braga

2020-02-24 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Vereação vota hoje proposta de adesão do Município de Braga ao projecto PISA?para as Escolas. Objectivo é testar competências de alunos na Leitura,?Matemática e Ciências.

Os agrupamentos de escolas Alberto Sampaio, Carlos Amarante, D.?Maria II, Maximinos e Sá de Miranda, o Conservatório de Música Calouste Gulbenkian e o Colégio D. Diogo de Sousa vão implementar o projecto ‘PISA para as Escolas’. Uma proposta nesse sentido é votada hoje, em reunião da vereação da Câmara Municipal de Braga.
PISA para as Escolas é desenvolvido pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), em articulação com o Instituto Politécnico de Lisboa e Câmaras Municipais.
O projecto testa as competências de alunos de 15 anos de idade nos domínios da Leitura, Matemática e Ciências numa escala comparável com os resultados do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA).
O desempenho dos alunos será cruzado com o seu contexto sócio-económico e as suas atitudes perante a aprendizagem.

Com este projecto, “procura-se melhorar os resultados de aprendizagem dos alunos e o seu bem estar, através da capacitação dos professores, líderes escolares e coordenadores regionais e nacionais”, lê-se na proposta apresentada pela vereadora da Educação, Lídia Dias, ao executivo municipal.
Os estabelecimentos de ensino seleccionados são aqueles que se voluntariam para o ‘PISA para as Escolas’, a executar pelo Instituto Politécnico de Lisboa.
Lídia Dias explica que os resultados serão apurados “ao nível de cada escola”.

Para a implementação do ‘PISA para as Escolas’, a Câmara Municipal vai celebrar um protocolo de colaboração com o Instituto Politécnico de Lisboa.
A aquisição deste serviço custará aos cofres municipais 23 370 euros.
Com o ‘PISA para as Escolas’ pretende-se também produzir e analisar informação regional sobre as características e o sistema de geração de competências para a futura população do território.
Visa-se, igualmente, promover redes locais de aprendizagem com o objectivo da aprendizagem colaborativa entre os agrupamentos de escolas.
As actividades em rede terão em vista a capacitação dos agrupamentos de escolas para a melhoria dos resultados de aprendizagem dos alunos.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho