Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Capela de Nossa Senhora da Conceição é um património simbólico para Guimarães
Hospital está a dar “absoluta resposta” aos casos Covid-19

Capela de Nossa Senhora da Conceição é um património simbólico para Guimarães

Hasta Pública para lugares vagos no Mercado Municipal de Braga realiza-se a 30 de Novembro

Capela de Nossa Senhora da Conceição é um património simbólico para Guimarães

Vale do Ave

2019-12-08 às 20h01

Redacção Redacção

Domingos Bragança visitou a Capela da Nossa Senhora da Conceição, depois de concluída a primeira fase das obras de restauro neste património classificado.

Este domingo, 8 de dezembro, assinalam-se as celebrações religiosas em honra de Nossa Senhora da Conceição com uma razão extra para celebrar, depois de concluída a primeira fase das obras de restauro da Capela da Senhora da Conceição, em Azurém, com apoio da Câmara Municipal num valor a rondar os 400 mil euros.
 
O Presidente do Município, Domingos Bragança, visitou o monumento classificado e assinalou a “valorização patrimonial” da Capela da Nossa Senhora da Conceição, sendo um imóvel classificado de interesse público do século XVI que “encontrava-se num estado muito mau de conservação cuja recuperação poderia ser irreversível se não fosse efetuada esta intervenção, perante o estado de degradação em que se encontrava”, apontou Domingos Bragança, que deixou ainda o convite aos vimaranenses para visitar o monumento religioso, em especial, neste dia da celebração de Nossa Senhora da Conceição.
 
Nesta primeira fase da obra registaram-se intervenções de montra no restauro dos telhados, paredes, a torre sineira e sacristia, num processo que demorou dois anos. Segundo Padre Queirós de Carvalho, “houve uma intervenção de fundo e delicada ao nível de paredes e telhados, com a recuperação total do edifício do sacristão, com ligação à Capelinha” destacando as intervenções no teto da nave, soalhos e sacristia. O pároco registou a colaboração da Câmara Municipal de Guimarães na atribuição do subsídio. Para completar a recuperação total é necessário ainda a intervenção do azulejo, nos altares laterais, na tribuna e ainda a recuperação do orgão do século XVII.
 
Definido como património vimaranense, a recuperação da Capela da Nossa Senhora da Conceição merece especial atenção da Câmara Municipal. Domingos Bragança considera “fundamental” a continuidade da recuperação do património, e nesse sentido já foi concretizada uma candidatura ao programa comunitário Norte 2020 para assegurar o investimento em falta. “Concretizou-se uma parte importante da obra, mas nem tudo está feito e esperamos uma decisão sobre a candidatura submetida ao programa Norte 2020 para dar seguimento à segunda fase das obras”, mencionou o Presidente da Câmara Municipal, reforçando que “a Capela da Nossa Senhora da Conceição é um património de grande valor simbólico para Guimarães”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho