Correio do Minho

Braga,

- +
Carlos Carvalhal: “Vamos com a pica toda para a Madeira”
Requalificação dos cemitérios da União de Freguesias de Conde e Gandarela

Carlos Carvalhal: “Vamos com a pica toda para a Madeira”

Centro de Testagem COVID-19 do IPCA já entrou em funcionamento

Carlos Carvalhal: “Vamos com a pica toda para a Madeira”

Desporto

2021-02-28 às 13h00

Joana Russo Belo Joana Russo Belo

SC Braga joga, esta noite, em casa do Nacional, em duelo da 21.ª jornada da I Liga. Carlos Carvalhal garante que o desaire da Liga Europa, em Roma, não deixou marcas e promete uma equipa guerreira e cem por cento disponível para lutar pela vitória.

Na bagagem até à Madeira vai confiança, realismo tendo em conta as dificuldades que se avizinham, mas, sobretudo, ambição pelos três pontos. É um SC Braga “com a pica toda” o que viajou para o arquipélago, onde hoje mede forças com o Nacional, a partir das 20 horas, em duelo da 21.ª jornada da I Liga. Guerreiros entram em campo depois de terem sido eliminados da Liga Europa, em Roma, mas Carvalhal garante que o desaire europeu em nada vai influenciar a equipa.
“Estamos bem, muito bem, confiantes, mas realistas, percebendo que vamos ter um jogo difícil. Jogar no Nacional é sempre uma dificuldade, é uma equipa muito bem organizada e orientada, com boa organização e que vai tentar ganhar o jogo. Do outro lado, vai estar um SC Braga confiante, motivado e disponível para o jogo. Vamos estar 100 por cento disponíveis para o jogo, podem contar com isso, e obviamente vamos lutar pelos três pontos que é o nosso grande objectivo”, revelou o técnico bracarense, na antevisão ao jogo do campeonato.
Em comparação com a equipa da primeira volta - que venceu por 2-1 - este SC Braga actual tem bastantes mudanças, desde logo pelas lesões de vários jogadores e saídas do clube.
“As diferenças? O Carmo, o Paulinho, o Iuri, o Castro, o Viana...[sorrisos]...há muitas diferenças no onze inicial. Mas, na qualidade, no aspecto colectivo, ideia de jogo, vontade de ganhar e atitude é uma equipa na verdadeira acepção da palavra que vai estar à altura das responsabilidades, com muita competência e gente a querer fazer bem”, frisou Carvalhal, lembrando que, apesar das alterações, a ambição continua inabalável.
“Da parte do SC Braga, espera--se uma exibição idêntica, porque fizemos um grande jogo com o Nacional, ganhámos 2-1, foi um jogo muito bem conseguir. A minha expectativa para amanhã [hoje] é que conseguimos fazer um bom jogo, com muita energia, criatividade e, acima de tudo, com espírito guerreiro, porque ninguém consegue ganhar ou discutir os três pontos no Estádio do Nacional se não tiver um espírito agonístico muito forte e competente”, destacou.
Carlos Carvalhal deixou ainda elogios ao Nacional - “um adversário com competência, bem orientado” - e ao técnico Luís Freire, “que tem feito um trabalho espectacular desde há uns anos, sempre em ascensão”.
“O Nacional tem pontos fortes, tem jogadores que têm boa capacidade para desequilibrar o jogo e tem também como todas as equipas as suas vulnerabilidades. Prevê-se um bom jogo, o Nacional vai querer ganhar, nós também. Vamos com tudo e com a pica toda para a Madeira”, rematou o treinador.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho