Correio do Minho

Braga,

- +
Carta ERASMUS para o Ensino Superior do IPCA aprovada com pontuação máxima
Três Programas de Retoma da Economia Arcuense Em Consulta Pública

Carta ERASMUS para o Ensino Superior do IPCA aprovada com pontuação máxima

Rio aponta inovação como fonte de resiliência dos territórios

Carta ERASMUS para o Ensino Superior do IPCA aprovada com pontuação máxima

Ensino

2021-01-08 às 11h17

Redacção Redacção

A ECHE é um requisito prévio para todas as instituições de ensino superior, que pretendam participar na componente de mobilidade individual para fins de aprendizagem e/ou na cooperação para a inovação e boas práticas no âmbito do Programa Erasmus+.

A candidatura do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) à Carta Erasmus para o Ensino Superior (ECHE) para o período 2021-2027, submetida em maio de 2020, foi aprovada pela Comissão Europeia com a pontuação máxima (100/100).

A ECHE é um requisito prévio para todas as instituições de ensino superior, que pretendam participar na componente de mobilidade individual para fins de aprendizagem e/ou na cooperação para a inovação e boas práticas no âmbito do Programa Erasmus+.

No contexto do seu Plano Estratégico, o IPCA almeja uma abordagem mais holística e de interiorização crescente de uma cultura verdadeiramente internacional em todas as suas vertentes. A aprovação da ECHE e a implementação e desenvolvimento do novo Programa ERASMUS+ representará um esforço acrescido na consolidação da internacionalização do IPCA, com impacto a médio-longo prazo. Neste contexto, importa destacar algumas ações: o aumento e diversificação dos enquadramentos de mobilidade internacional (de estudantes, docentes, investigadores e funcionários) e de “Internacionalização em Casa”; o desenvolvimento e reforma curricular, proporcionando uma maior flexibilização e internacionalização do percurso formativo e potenciando a aquisição de competências futuras; a institucionalização de um quadro de Reconhecimento Académico transparente, justo e ágil, em total sintonia com as normas europeias e que incorpore a utilização e emissão de microcredenciais; a definição de uma política linguística explícita; a promoção de cursos avançados de curta duração, graus duplos e conjuntos; o fomento de parcerias e alianças estratégicas; entre outras.

Tanto a ECHE como a recente integração do IPCA na Universidade Europeia RUN-EU (Regional University Network) colocam o IPCA num patamar privilegiado e de maior responsabilização no âmbito da modernização e internacionalização do ensino superior.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho