Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Casa da Coxinha apresenta aquele ‘gostinho’ a Brasil
Investigadores da UMinho premiados pela Sociedade Americana de Ergonomia

Casa da Coxinha apresenta aquele ‘gostinho’ a Brasil

Dia do Município: 37 homenageados em cerimónia simbólica em Cerveira

Casa da Coxinha apresenta aquele ‘gostinho’ a Brasil

Economia

2020-09-14 às 06h00

Redacção Redacção

Casa da Coxinha é daqueles espaços com ‘gostinho’ a Brasil. Sumos, gastronomia e as famosas coxinhas são sugestões desta nova casa que recebe todos de braços abertos.

A sugestão da Casa da Coxinha no roteiro ‘Verde Cool’ é Moqueca Baiana com um copo de vinho verde ‘Estreia’ para degustar, de segunda a sexta-feira, das 18 às 22 horas.
Este é um dos pratos ‘estrela’ da Casa da Coxinha, situada na Rua do Taxa, ma freguesia de S. Victor, e tal como sugere o nome tem coxinhas e muito mais... tudo com ‘gostinho a Brasil’.
Judson Araújo é o rosto da Casa da Coxinha. Está em Braga há quatro anos, cidade que escolheu para viver. Começou por trabalhar no ramo imobiliário, mas há cerca de sete meses foi desafiado por um cliente a assumir este negócio.”Eu já era cliente da casa e tinha trabalhado, em Inglaterra, na restauração com produtos brasileiros e sempre sonhei que um dia iria fazer algo nesta área”, contou Judson Araújo, lamentando que assumiu a Casa da Coxinha 15 dias antes do confinamento. “Agora as coisas estão a melhorar e o negócio está a correr bem”.

Judson explica que aqui “tem um pouco aquilo que o brasileiro precisa fora de casa e tudo aquilo que os portugueses podem provar com sabor a Brasil”.
Os gelados e sumos são de polpa natural que vem directamente de Terras de Vera Cruz. Aqui também há caldo de cana de açucar, extraído na hora, e açaí na tigela.
Empadas, pães de queijo, coxinhas (obrigatório) para comer lá ou levar para casa (mediante encomenda) são sugestões da Casa da Coxinha. “Aqui em Portugal há muito o conceito de entradas que nós não temos no Brasil e a nossa oferta é excelente para quem quer organizar uma festa em casa. Temos uma variedade de miniaturas que fazemos, mediante encomenda”, afirmou o proprietário da Casa da Coxinha.
Aos domingos há feijoada mineira, moqueca baiana e feijão tropeiro. “É um pouco daquilo que se come em várias regiões do Brasil”, adiantou Judson Araújo.

Este é um dos 44 menus do roteiro ‘Verde Cool’ que dá a conhecer até ao dia 4 de Outubro vários petiscos acompanhados de um bom copo de vinho verde como uma boa melhor maneira de acabar o dia.
São 31 dias de promoção, em 44 estabelecimentos, com 44 menus distintos de um copo de vinho verde e um petisco por 3,5 euros.
A iniciativa do Verde Cool é promovida pela Associação Comercial de Braga (ACB) e dinamizada pela rádio ‘Antena Minho’ e pelo jornal ‘Correio do Minho’ que, ao longo destes 31 dias, dá a conhecer o melhor que a região tem a nível da restauração e os melhores vinhos verdes da região.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho