Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Casa da Juventude de Famalicão apoia ideias que podem gerar empresas
IPCA estreita laços com 25 anos de alumni

Casa da Juventude de Famalicão apoia ideias que podem gerar empresas

Sintomas Bar serve de ponto de encontro de várias gerações

Casa da Juventude de Famalicão apoia ideias que podem gerar empresas

Vale do Ave

2019-09-19 às 21h11

Redacção Redacção

Cinco projetos finalistas do “Viveiro de Ideias Gerador” foram conhecidos ontem no pitch final do programa

O “Noodles Bar”, um conceito de fast food saudável com influência asiática da autoria dos jovens André Cunha e Patrícia Sousa, é uma das cinco ideias empreendedoras que a partir do próximo mês de outubro ficarão instaladas no novo espaço de incubação de ideias e de coworking da Casa da Juventude de Vila Nova de Famalicão à procura da gestação empresarial.
O pitch final da primeira edição do “Viveiro de Ideias Gerador” - assim se chama o novo espaço e o concurso de ideias lançado pelo pelouro da Juventude e pelo Famalicão Made IN - teve lugar esta quarta-feira, na Casa da Juventude, numa sessão que contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, e para qual foram selecionados 7 dos 12 projetos participantes.
Os cinco projetos vencedores entram agora na terceira fase do programa, onde terão a oportunidade de testar e aplicar as suas ideias, realizando-as e colocando-as em prática no prazo de um ano. No caso de se tratar de um evento a saída da incubadora acontecerá após a realização do mesmo. Se estiver em causa a criação de uma empresa ou associação, a saída da incubadora acontecerá no momento da constituição da mesma, podendo posteriormente manter o acompanhamento do Gabinete de Apoio ao Empreendedor do Município e, em caso de possibilidade, integrar uma das incubadoras Famalicão Made IN.
Os promotores das ideias inseridas no “Viveiro de Ideias Gerador” dispõem de um conjunto de apoios, sem quaisquer custos, para o desenvolvimento, maturação e estruturação das mesmas.
Recorde-se que a primeira fase do projeto decorreu entre os meses de março e maio e foi destinada à apresentação de candidaturas e à participação num conjunto de oficinas divididas em três módulos: desenvolvimento de ideia, desenvolvimento do projeto e modelo de negócio. A segunda fase contemplou o desenvolvimento e aprofundamento das ideias, com recurso a ações de mentoria e networking, e o contacto com empreendedores do setor específico do negócio.
Estimular atitudes e competências empreendedoras e criativas e apoiar os jovens ao nível de conhecimentos, metodologias e instrumentos relacionados com a criação e desenvolvimento de ideias/projetos inovadores são alguns dos objetivos do programa “Viveiro de Ideia Gerador”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.