Correio do Minho

Braga,

- +
Centenas de polícias fiscalizam pontos de acesso aos concelhos
Ponte de Lima: Nova abordagem do granito nas Pedras Finas

Centenas de polícias fiscalizam pontos de acesso aos concelhos

Cabeceiras de Basto: Estação Náutica promove aspectos turísticos do concelho a partir de 2021

Centenas de polícias fiscalizam pontos de acesso aos concelhos

Braga

2020-04-10 às 06h00

Paula Maia Paula Maia

Agentes da PSP do comando de Braga estão a fiscalizar os principais acessos às cidades de Braga, Barcelos, Guimarães e Famalicão. O objectivo é sensibilizar, mas quem desobedecer poderá ser detido.

Centenas de agentes do comando distrital da Polícia de Segurança Pública de Braga estão desde as zero horas de ontem a fiscalizar os principais pontos de acessos às cidades de Braga, Barcelos, Guimarães e Famalicão. É a operação ‘Páscoa em Casa’ que decorre até à meia-noite de segunda-feira e que a nível nacional mobiliza 35 mil agentes.
Como explica ao Correio do Minho o subintendente do comando distrital da PSP de Braga, Pedro Colaço, as medidas subjacentes a esta operação são “mais restritivas”, desde logo porque impedem a deslocação de cidadãos para fora do seu concelho de residência. “Mesmo as pessoas que estão a trabalhar precisam de uma declaração da entidade patronal”, diz o responsável, acrescentando que o comando de Braga tem “o máximo de efectivos” empenhados nesta operação.

“Aumentamos muito a nossa proactividade”, continua Pedro Colaço dando conta que em Braga estão a decorrer três operações, “em vias com muito tráfego” e que constituem os principais acessos ao concelho.
No primeiro dia as operações centraram-se junto ao E.Leclerc, na Variante do Cávado e na rotunda da Avenida João Paulo II. “São três pontos onde, do nosso ponto de vista, há maior previsibilidade de terem uma maior tráfego”, assegura o subintendente da PSP.
Estes são também os principais pontos de acesso à cidade dos Arcebispos.

As operações que estão a ser e levadas a cabo são sustentadas, sobretudo, na sensibilização aos condutores para a importância do cumprimento das restrições impostas pelo estado de emergência. “Actuamos de forma muito pedagógica. A nossa primeira intervenção junto das pessoas é essa”, diz o subintendente Pedro Colaço, advertindo que os agentes não deixarão de ser “extremamente rigorosos” relativamente aos cidadãos que estão, por exemplo, em confinamento obrigatório de forma a evitar o contágio do coronavírus.
Todos os que não acatarem as directivas incorrem no crime de desobediência.

“No limite podem ser detidas”, explica ainda o responsável do comando distrital de Braga da PSP, acrescentando que serão posteriormente presentes a tribunal que decidirá a medida a aplicar.
Ficar em casa continua ser o maior dos conselho das forças policiais. “As pessoas só devem sair para aquelas situações que já estão previstas, nomeadamente para se abastecerem de bens essenciais, para irem à farmácia, para trabalharem”, diz ainda a propósito o dirigente.

Recorde-se que desde a declaração do estado de emergência, a PSP de Braga já fiscalizou 10 mil viaturas durante as suas operações na estrada, tendo também abordado mais de 2800 pessoas para diversas situações.
Está actualmente a acompanhar 450 cidadãos do distrito (Braga, Guimarães, Barcelos e Famalicão) que estão em isolamento obrigatório.
São cidadãos que estão infectados pelo Covid-19 e que cumprem o tratamento nas suas casas ou que estão em quarentena obrigatória.
Esta acção é feita em estreita articulação com a Direcção-Geral de Saúde que comunica a esta força de segurança o número de pessoas nestas condições, cabendo à PSP monitorizar as situações, verificando que os do- entes estão a cumprir o isolamento que é exigido, impedindo a propagação do coronavírus.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho