Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Centro de tempos livres da Associação Famílias contribui para a inserção social
Atletas com deficiência alertam alunos para a inclusão

Centro de tempos livres da Associação Famílias contribui para a inserção social

Natação de Famalicão garantiu subida à I Divisão Nacional

Braga

2018-11-21 às 09h12

Miguel Viana

Espaço situa-se no Bairro Social das Enguardas e significou um investimento de cerca de 60 mil euros. A realização de actividades de apoio à comunidade são algumas das apostas da Associação Famílias.

Cerca de 60 mil euros foi quanto custou o espaço do Centro de Actividades dos Tempos Livres da Associação Famílias que ontem foi inaugurado no Bairro Social das Enguardas.
O Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social contribuiu com 40 mil euros, sendo que a elaboração do projecto e o licenciamento ficaram a cargo da Câmara Municipal de Braga.
O espaço é frequentado por 54 crianças de várias idades e aposta na realização de actividades de apoio às famílias.
“Realizamos várias actividades. Além do apoio aos estudos, temos actividades de leitura, aprendizagem de línguas, trabalhos manuais.
Temos várias actividades, mas queremos abrir a novas actividades, porque o espaço assim o permite”, revelou Carlos Aguiar Gomes, presidente da Associação Famílias.
O mesmo responsável acrescentou que o novo espaço “permite que as crianças estejam em melhores condições de segurança. Não têm escadas para subir, tem acessibilidade à rua e os espaços são confortáveis”.
O presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, considerou que o novo espaço faz com que “este bairro não seja esquecido” e “um ghetto no centro da cidade” e permite dar “a todos as mesmas oportunidades de acesso às condições para serem bem sucedidos”.
O Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, deatacou o trabalho de proximidade desenvolvido pela associação. “A Igreja, através da Associação Famílias, tem realizado esta vocação de fazer o bem. Este ATL vai ao encontro das periferias, para que deixem de ser periferias”, disse D. Jorge Ortiga, acrescentando que as acções desenvolvidas permitem “dar dignidade a todos, sem excluir ninguém”.
A inauguração contou com a presença de várias entidades e da população local, incluindo as crianças que frequentam o espaço todos os dias.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.