Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Cerveira acolhe ‘Youth Summer Camp’ para jovens sem fronteiras
José Manuel Fernandes: “O líder do PSD não precisa de moções de confiança”

Cerveira acolhe ‘Youth Summer Camp’ para jovens sem fronteiras

Famalicão no mapa da mobilidade eléctrica

Alto Minho

2018-08-28 às 06h00

Redacção

Servas portuguesa é a organizadora desta semana recheada de actividades para jovens de vários países e culturas, com foco nas grandes questões do dia-a-dia como os direitos humanos e o ambiente.

Esta semana, Vila Nova de Cerveira recebe jovens da Alemanha, Arábia Saudita, Espanha, Finlândia, Hungria, Itália, Polónia e vários outros países para o ‘Servas Youth Summer Camp’, uma iniciativa partida entre as organizações portuguesa, espanhola e italiana que visa reunir jovens entre os 18 e os 30 anos para uma semana de actividades, workshops e jogos sob o tema ‘Cidadãos da Terra: Um Mundo Sem Fronteiras’.
A Servas é uma rede social de hospitalidade que une anfitriões e viajantes de mais de 80 países com o objectivo de promover a compreensão internacional através de contactos e de trocas de ideias.
A Servas Portugal acolhe, este ano e pela primeira vez, o encontro internacional, marcado em Vila Nova de Cerveira por sugestão de um jovem, Simão Arriaga. Com a XX Bienal Internacional de Arte a decorrer actualmente em Cerveira, que adiciona ao valor cultural e de lazer da região, o palco do ‘Youth Summer Camp’ apresenta-se com potencial.

A representante da Servas Portugal, Claudina Machado, esteve presente na sessão de boas-vindas do presidente da Câmara Municipal, Fernando Nogueira, e da vereadora Aurora Viães aos jovens do campus, onde agradeceu a disponibilidade do município como anfitrião desta edição de ‘Youth Camp’, que trouxe meia centena de jovens para a “iniciativa que traz um bocadinho do mundo a Cerveira”, disse a representante portuguesa.
O vasto programa de actividades tem como focos problemáticas sonantes na actualidade como a livre circulação de pessoas, conflitos armados, direitos humanos de pessoas refugiadas, protecção ambiental e desperdício de recursos naturais.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.