Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Ciclismo: António Cunha e Maria de Jesus Barros venceram em Santa Marta de Portuzêlo
Orgulhosos desta “grande família”

Ciclismo: António Cunha e Maria de Jesus Barros venceram em Santa Marta de Portuzêlo

Normalidade marca arranque do novo ano lectivo no Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches

Ciclismo: António Cunha e Maria de Jesus Barros venceram em Santa Marta de Portuzêlo

Desporto

2019-08-16 às 20h27

Redacção Redacção

Num dia magnífico para a prática da modalidade e com a presença de mais de 250 atletas, o tradicional Circuito de Santa Marta de Portuzêlo ficou marcado pela forte entrega dos ciclistas nas várias provas, que deram ânimo e levaram ao rubro o muito público que assistiu à iniciativa na freguesia de Viana do Castelo. O 44º Circuito de Santa Marta de Portuzêlo foi promovido conjuntamente pela Associação de Ciclismo do Minho e o Grupo Desportivo do Centro Paroquial de Santa Marta de Portuzêlo.

António Cunha e Maria de Jesus Barros venceram o 44.º Circuito de Santa Marta de Portuzelo nas categorias de juniores e elites femininas. O tradicional circuito, pontuável para a Taça do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã, registou a presença de muitos atletas e de muito público.

Num dia magnífico para a prática da modalidade e com a presença de mais de 250 atletas, o tradicional Circuito de Santa Marta de Portuzêlo ficou marcado pela forte entrega dos ciclistas nas várias provas, que deram ânimo e levaram ao rubro o muito público que assistiu à iniciativa na freguesia de Viana do Castelo. O 44º Circuito de Santa Marta de Portuzêlo foi promovido conjuntamente pela Associação de Ciclismo do Minho e o Grupo Desportivo do Centro Paroquial de Santa Marta de Portuzêlo.

António Cunha (Vito/Feirense/PNB) foi o vencedor da corrida de Juniores que teve uma extensão de 37,5km, num total de cinco voltas ao circuito. António Cunha foi o mais forte na parte final da corrida, superiorizando-se no sprint que disputou com um grupo de nove corredores. António Cunha realizou o tempo de 54m35s, deixando na segunda posição Rúben Silva (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel). Marco Marques (Tensai / Sambiental / Santa Marta), que se despedia das corridas em ‘casa’, já que sobe de escalão no final da temporada, ficou na terceira posição.

A corrida de Juniores foi desde o primeiro momento bastante animada. O pelotão incutiu um ritmo bastante rápido à corrida e foram muitas as movimentações na frente da prova. No entanto, apenas na terceira volta ao circuito um grupo de nove corredores se destacou do pelotão, ganhando e perdendo alguns elementos ao longo do percurso, ao mesmo tempo que foi gerindo a vantagem. A corrida foi então decidida ao sprint, com António Cunha a ser o mais forte na reta final.

A equipa Vito/Feirense/PNB venceu a classificação coletiva da prova de juniores, deixando nos lugares imediatos a Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel e a União de Ciclismo da Trofa.

Na corrida de Elites femininas, Maria de Jesus Barros (Concelho de Porriño / Abanca) bateu a concorrência, deixando Diana Pedrosa (Aleata-CC Farto) na segunda posição e Maria Correa (Aleata-CC Farto) em terceiro.

Na prova de Juniores Femininas, Rafaela Ramalho (Maiatos) foi a mais rápida, enquanto Maria Almeida (Academia Joaquim Agostinho/UDO) foi segunda e a vianense Carina Viana (Tensai/Sambiental/Santa Marta) a terceira.



Na prova de cadetes, numa corrida bastante animada e que teve vários líderes ao longo do percurso, João Gomes (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel) venceu ao sprint deixando na segunda posição Gustavo Alves (Vilanovense/Coreva/Duorep) e na terceira Diogo Saleiro (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact). Na corrida feminina, Marisa Ferreira (EFAPEL-Escola Ovar) foi a primeira a cortar a linha da meta, à frente da sua colega de equipa Mariana Matos.

Por equipas triunfou a União Ciclismo da Trofa, enquanto o Vilanovense/Coreva/Duorep foi segundo e o Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel a terceira.



Rodrigo Lopes (C.C.Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor) evidenciou-se em Pupilos/Benjamins, terminando à frente de Rodrigo Brandão (Vito/Feirense/PNB) e de Duarte Marques (C.C.Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor). Em femininos a melhor foi Mariana Ribeiro (BMC/Póvoa de Varzim/CDC Navais) seguida da sua colega de equipa Liliana Vilarinho e de Matilde Fernandes (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact).

Francisco Cardoso (C.C.Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor) venceu no escalão de Iniciados, ficando na segunda posição Afonso Silva (BTT Braguinhas/Padim da Graça) e na terceira José Dias (EFAPEL-Escola Ovar). Sara Fernandes (Tensai/Sambiental/Santa Marta) venceu em femininos, deixando na segunda posição Adelaide Palmeira (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact).

Em Infantis destacou-se André Maia (Figueiras BTT) que obteve melhor registo do que Joaquim Moreira (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel) e Rui Sabino (UC Trofa). Em femininos, foi Jéssica Oliveira (Vito/Feirense/PNB) a destacar-se deixando na segunda posição Margarida Vasconcelos (Maiatos) e Juliana Lopes (Vilanovense/Coreva/Duorep) foi terceira.

Na corrida de juvenis, numa prova muito rápida e que chegou compacta à reta da meta, Ricardo Pinto (EFAPEL- Escola de Ovar) venceu ao sprint e deixou na segunda posição o seu colega de equipa Pedro Chaves, enquanto Rodrigo Neves (C.C.Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor) cortou a meta na terceira posição. Na prova feminina, Vânia Gregores (Clube Ciclista Ponteareas) foi a primeira a cortar a meta, seguindo-se na classificação deixando na segunda Beatriz Silva (BMC/Póvoa de Varzim/CDC Navais) e Ana Monteiro.

Por equipas dos escalões de escolas venceu a EFAPEL – Escola de Ovar, enquanto o C.C.Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor foi segundo e a Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact terceiro.



Paulo Maciel (Presidente da Junta de Freguesia de Santa Marta de Portuzêlo)
Paulo Maciel, presidente da Junta de Freguesia de Santa Marta de Portuzêlo, mostrou-se bastante satisfeito com a forma como decorreu o 44.º Circuito de Santa Marta de Portuzêlo, destacou a presença do muito público e a organização da prova.

“Esta é uma prova enraizada em Santa Marta Portuzêlo e no calendário velocipédico. É uma prova com 44 anos, que se destaca sempre pela grande afluência de participantes, de pessoas que vêm assistir às provas e, sobretudo, pela excelente organização. Não é fácil fazer uma prova destas, com a participação de tantos jovens atletas. É preciso muito empenho de todos os colaboradores”, salientou o autarca lembrando que “o Circuito de Santa Marta Portuzêlo encerra sempre as festividades da freguesia, que começaram no dia 9, e, mais uma vez, as festas terminam da melhor forma, com uma grande festa do ciclismo e do desporto”.



Albino Antunes (Grupo Desportivo do Centro Paroquial de Santa Marta de Portuzêlo)

Albino Antunes, do Grupo Desportivo do Centro Paroquial de Santa Marta de Portuzêlo, também fez um balanço positivo da 44.ª edição da prova. Na opinião do dirigente da equipa vianense “o balanço é muito positivo. Foi uma manhã bem passada no meio destes jovens que gostam de praticar o ciclismo e que se empenharam para fazerem o seu melhor”.

O histórico e persistente responsável do clube de Santa Marta de Portuzêlo salientou que “este circuito e este convívio é muito bom para as equipas e para a nossa Escola de Ciclismo, que é, afinal, o nosso forte. Temos aqui muitos miúdos a aprender e a divertirem-se, por isso, penso que a Escola de Ciclismo de Santa Marta de Portuzêlo não pode acabar”.

Albino Antunes saliento que “este já é o 44.º Circuito de Santa Marta” e recordou as origens do ciclismo no o Grupo Desportivo do Centro Paroquial de Santa Marta de Portuzêlo: “A aventura iniciou-se em 1976, quando Eduardo Barros e mais três amigos criaram o ciclismo. No ano seguinte fez-se a primeira pedalada e foi-se criando o hábito com familiares e amigos. Em 1979 foi oficializado na Federação Portuguesa de Ciclismo e até hoje o Santa Marta, como é conhecido, nunca mais parou. Temos organizado estas provas, que já têm uma tradição e um historial enorme. Contam sempre com um número enorme de participantes, entre eles algumas equipas oriundas de Espanha. O clube também tem um enorme historial, é respeitado a nível nacional, tem muitos títulos e participa em todas as provas desde os escalões de Escolas e até Juniores”. “Mas não é fácil”, salientou Albino Antunes referindo que “falta gente para ajudar ao fim de semana”.

O 44º Circuito de Santa Marta de Portuzêlo teve o apoio da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Tensai, Sambiental, Auto Rodolima, Lda., AutOliveira, ViaByke, Eugénia Lopes & Filhos, Lda - Distribuidor oficial CocaCola, Arrecadações da Quintã, Cision, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, POPP Design, Score Tech, Navega Rías Baixas e AFAcycles.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.