Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Ciclovia vai ganhar mais quilómetros com extensão pela Variante do Fojo
José Mendes: “A ideia de um interior atrasado é completamente falsa”

Ciclovia vai ganhar mais quilómetros com extensão pela Variante do Fojo

Gil Vicente contrata lateral esquerdo que foi apontado ao... Barcelona

Ciclovia vai ganhar mais quilómetros com extensão pela Variante do Fojo

Braga

2020-06-26 às 06h00

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

São mais alguns quilómetros que a Rede Ciclável de Braga vai ganhar com a sua extensão pela Variante do Fojo. A intervenção, que vai reconfigurar o aspecto da via, vai avançar brevemente e a Câmara de Braga espera diminuir a velocidade e sinistralidade.

A Variante do Fojo vai ser dotada de uma ciclovia, que além de servir os ciclistas com mais alguns quilómetros, vai também ‘abrandar’ o trânsito na via. Este é, pelo menos, o objectivo da Câmara Municipal de Braga, que quer ver diminuído o índice de sinistralidade naquele eixo rodoviário.
A reformulação do ‘desenho’ da Variante do Fojo, que liga a rotunda dos Peões, junto ao Hotel Meliã, à estrada nacional para a Póvoa de Lanhoso, na zona Este do concelho, pretende readaptar a via “para todos”, viaturas automóveis, ciclistas e peões, assinala Miguel Bandeira, vereador do Planeamento, Ordenamento e Mobilidade da Câmara Municipal de Braga.

“Esta alteração à Variante do Fojo vai ser inclusivamente beneficiada com a requalificação da Variante da Encosta que vai arrancar agora, ligando as zonas de ciclovia, que vão ambas interceptar e ligar por sua vez com o campus da Universidade do Minho”, esclareceu o responsável, indicando que a ideia não é nova e já estava inscrita no PDM - Plano Director Municipal anterior.
Miguel Bandeira diz que é importante levar a cabo intervenções como esta que está preconizada para a Variante do Fojo, pois, considerando esta como “mais uma oportunidade de valorização dos meios de transporte alternativos”.

Apontando para o recente movimento a nível europeu, em que muitas cidades aproveitaram os períodos de confinamento para implementar medidas ‘mais amigas do ambiente’, como o corte ao trânsito automóvel de artérias, Miguel Bandeira sustenta que isso não acontecerá em Braga, mas indica que há que dar continuidade à estratégia municipal que tem vindo a ser seguida pelo actual executivo, liderado por Ricardo Rio, no sentido de fomentar o uso dos transportes públicos, bem como o uso preferencial da bicicleta e/ou o uso de transportes mais sustentáveis.

“Quando a ciclovia estiver implementada na Variante do Fojo, será possível ir de bicicleta até ao centro da cidade”, assinala. “O objectivo é introduzir as bicicletas na variante e, simultaneamente, valorizar também as componentes de segurança e de circulação nessa via, quer para as bicicletas, quer para os peões”.
O vereador da Mobilidade aponta para vários estudos científicos que demonstram precisamente que o ‘efeito de estreitamento da via’ diminui a velo- cidade do trânsito, indicando que este é também um dos objectivos centrais do projecto, com vista a diminuir a sinistralidade registada na Variante do Fojo, que já está dotada de sinalética que indica a velocidade, mas que não é cumprida.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho