Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
CIM Alto Minho saúda positivamente PNI que “identifica maiores estrangulamentos” da região no domínio da mobilidade
Vizela testou profissionais da GNR

CIM Alto Minho saúda positivamente PNI que “identifica maiores estrangulamentos” da região no domínio da mobilidade

Empresários desafiados a adoptar comportamentos mais sustentáveis

CIM Alto Minho saúda positivamente PNI que “identifica maiores estrangulamentos” da região no domínio da mobilidade

Alto Minho

2020-10-23 às 12h12

Redacção Redacção

A Comunidade Intermunicipal regista ainda com apreço “a consolidação da modernização e eletrificação da Linha do Minho, já em curso, que vai melhorar a ligação ferroviária Porto – Viana - Vigo.

A Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) saúda positivamente o Plano Nacional de Investimentos (PNI) 2030, apresentado ontem pelo Governo. De acordo com o Presidente da CIM Alto Minho, que é também autarca de Viana do Castelo, “o documento apresentado identifica os maiores estrangulamentos do Alto Minho no domínio da mobilidade, em especial da articulação com as vias de acesso à vizinha Galiza”.
José Maria Costa defende que a ligação rodoviária da autoestrada A28 à autoestrada A3, com interação com o Município de Paredes de Coura, “vem consolidar as ligações no interior do Alto Minho e potenciar a atratividade económica desta região que tem tido nos últimos anos um forte desempenho na captação de novos investimentos e empresas de capital estrangeiro”.
A Comunidade Intermunicipal regista ainda com apreço “a consolidação da modernização e eletrificação da Linha do Minho, já em curso, que vai melhorar a ligação ferroviária Porto – Viana - Vigo.
“Registamos também com apreço as ligações as áreas empresariais do Alto Minho, nomeadamente a via de acesso à área empresarial do Vale do Neiva e a nova travessia do Rio Lima para acesso à Zona Industrial de Deocriste”, declara o responsável da CIM.
O autarca destaca ainda o facto de o Plano Nacional de Investimento prever a construção de um terminal de cruzeiros no Porto de Viana do Castelo, a ser construído na margem norte do rio Lima, em frente ao espaço onde está situado o navio-museu Gil Eannes.
“Este Plano Nacional de Investimento vem, desta forma, valorizar e aumentar a competitividade do território do Alto Minho, criando as condições necessárias para um desenvolvimento sustentado desta região transfronteiriça que, nos últimos anos, tem aumentado o seu perfil exportador, fixando novas empresas e atraindo novos investimentos industriais”, reafirma José Maria Costa.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho