Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
CIM Cávado reconhece a importância do cooperativismo para o crescimento económico
Crianças das Escolas Básicas constroem logótipo do Coração

CIM Cávado reconhece a importância do cooperativismo para o crescimento económico

Paulo Cunha assume compromisso para simplificar acesso a fundos comunitários

CIM Cávado reconhece a importância do cooperativismo para o crescimento económico

Cávado

2024-04-19 às 11h00

Redacção Redacção

a Comitiva da CIM Cávado foi recebida na sede do Sistema Ocepar, em Curitiba.

Citação

O Sistema Ocepar é formado por três sociedades distintas, Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná, Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo e a Federação e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná, que, em estreita parceria, se dedica à representação, fomento, defesa sindical, desenvolvimento, capacitação e promoção social das cooperativas paranaenses.

Este sistema congrega atualmente 225 cooperativas de sete ramos – agropecuário, crédito, saúde, infraestrutura, consumo, trabalho, produção de bens e serviços e transporte – 3,1 milhões de cooperados e representam 64% do PIB agropecuário do Paraná.

O grupo, foi recebido pelo engenheiro José Roberto Ricken, presidente executivo da Ocepar, que apresentou a história e o potencial produtivo das cooperativas paranaenses, tendo afirmado que este modelo “É um modelo de negócio que não pode depender do Estado. Parte do individuo, com direito a um voto, em prol do desenvolvimento económico e social, produtividade e sustentabilidade. É um verdadeiro sistema autónomo, independente e com um grande compromisso com toda a comunidade."

A Comitiva da CIM Cávado foi liderada nesta reunião pela Vice-Presidente do Conselho Intermunicipal e Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Júlia Fernandes, que na sua intervenção descreveu o território do Cávado, com especial ênfase na produção agrícola e agropecuária.

Durante esta reunião Benjamim Pereira, Presidente da Câmara Municipal de Esposende demonstrou a sua preocupação com o sentimento de injustiça sentido pelos agricultores europeus quanto à remuneração dos seus produtos, questionando se existe um paralelo desta situação no Brasil e de que forma pode esta organização ajudar a desenvolver, mais e melhor, os nossos territórios.

Houve ainda oportunidade para durante esta reunião, recordar que a CIM Cávado é uma das únicas entidades nacionais representadas no Grupo de Coordenação do Pacto Rural da Comissão Europeia e que, em articulação com o Grupo de Ação Local, ATAHCA, tem contribuído de forma, crescente, com propostas e projetos neste tema.

Com este pano de fundo, a Vereadora da Câmara Municipal de Braga, Olga Pereira convidou os representantes da Ocepar, em articulação com a CIM Cávado, a estarem presentes na próxima edição da AGRO em 2025 e poderem conhecer de forma mais aprofundada, a realidade desta região.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho