Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
‘Circuito’ promete impulsionar as Media Arts na cidade
“Festas de S. José são importante momento de afirmação da identidade concelhia”

‘Circuito’ promete impulsionar as Media Arts na cidade

Guerreiros renovam máquina mas mantêm mesmo espírito

‘Circuito’ promete impulsionar as Media Arts na cidade

Braga

2020-01-22 às 06h00

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

O serviço educativo Braga Media Arts já tem programação agendada até ao próximo mês de Julho. São dezenas de actividades a promover para todos os públicos e impulsionar a criatividade.

Foi com ‘Circuito’ - o espectáculo de comunidade que deu arranque à última Noite Branca de Braga- que foi lançado o novo Serviço Educativo Braga Media Arts, o qual tem já programação agendada até ao próximo mês de Julho. As actividades culturais prometem puxar pela criatividade e pelo talento de cada um, independentemente da idade e vão percorrer vários palcos, desde as escolas ao GNRation ou ao Theatro Circo.
A programação oficial foi apresentada ontem com a realização de um mini mapa sonoro no edifício GNRation, em que participaram o próprio presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, a vereadora da Cultura, Lídia Brás Dias, a administradora do Theatro Circo, Cláudia Leite e muitos outros representantes de instituições da cidade, exemplificando as actividades que, doravante, terão lugar neste âmbito.
Considerando esta actividade em que participou como “uma experiência transversal e intergeracional”, o autarca bracarense destacou a “motivação fácil” para qualquer pessoa participar nas várias iniciativas programadas no ‘Circuito’.

“Quando avançámos com esta candidatura de Braga - Cidade Criativa para as Media Arts - quisemos fazer um posicionamento de Braga como uma cidade na qual a cultura e a tecnologia fazem uma mistura que produz um resultado muito positivo e as iniciativas que temos desenvolvido, no âmbito da estratégia para as Media Arts, têm dado corpo a esse mesmo princípio”, sublinhou o edil Ricardo Rio, assinalando que as actividades e projectos que daqui têm saído, têm sido “verdadeiramente diferenciadores”.
O autarca bracarense apontou, por exemplo, para a parceria entre o INL - Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia e o GNRation para a realização das exposições ‘Scale Travels’, em que a Ciência se transforma em Arte. Para Ricardo Rio este é o género de actividades que “dá uma outra percepção da realidade e outra perspectiva da cidade de Braga, que mobiliza a comunidade e que atrai também muitos visitantes para os vários eventos que estão anunciados”.

O Circuito - Serviço Educativo Braga Media Arts tem actividades diversas pensadas para escolas, famílias, crianças, professores, seniores, amadores e artistas, desde workshops a actividades interactivas e espectáculos vários, em que todos são convidados a participar.
À semelhança do que aconteceu com o espectáculo ‘Circuito’, realizado e programado por músicos profissionais e amadores e performers vários, também este Serviço Educativo ‘Circuito’ se construirá a partir do diálogo permanente entre a tecnologia e a arte, motivando e impulsionando à criação através das Media Arts.

Apresentado pela vereadora da Cultura e pela administradora do Theatro Circo, o ‘Circuito’ garante o envolvimento de todos. “O principal objectivo é dar a perceber à comunidade o que são as Media Arts e como elas fazem parte do nosso quotidiano”, indicou Lídia Brás Dias, ostentando “orgulho” por ver o quão longe chegaram projectos como o ‘0+1=SOM’ que começou na EB1 de S. Victor antes da candidatura da Braga Media Arts e que agora integra a programação. A autarca valorizou, sobretudo, a aposta na “formação” que agora se faz, considerando-a “o motor de transformação da nossa comunidade”.

Apontando para o “papel fundamental” que a criação deste Serviço Educativo terá para o crescimento das media arts na cidade, Cláudia Leite indica que este é um projecto em evolução, mas que deixou de ser pontual para se alargar em múltiplas iniciativas para todos os públicos e para toda a cidade.
Um dos projectos em construção é precisamente a criação de um mapa sonoro da cidade, que os cidadãos bracarenses vão sendo convidados a desenhar com mapas, monumentos e sons característicos de Braga.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.