Correio do Minho

Braga,

- +
Câmara de Ponte de Lima investe meio milhão no ‘Caminho do Arquinho’
Novo livro de António Coimbra é “uma pedra no charco”

Câmara de Ponte de Lima investe meio milhão no ‘Caminho do Arquinho’

Bienal de Ilustração revela Guimarães como cidade de emprego criativo

Câmara de Ponte de Lima investe meio milhão no ‘Caminho do Arquinho’

Alto Minho

2019-09-18 às 06h00

Redacção Redacção

Município de Ponte de Lima vai investir mais de meio milhão de euros na requalificação do ‘Caminho do Arquinho’, um troço do Caminho de peregrinação a Santiago de Compostela.

A Câmara de Ponte de Lima aprovou, em reunião do executivo, a empreitada de ‘Valorização do Caminho do Arquinho - Caminho de Santiago’, pelo valor de 515.259 euros (com IVA).
Em comunicado, a autarquia limiana explica que “trata-se de um troço do Caminho de peregrinação a Santiago de Compostela, o mais antigo em termos documentais e usualmente conhecido como o Caminho Central. Seguirá ainda pela via alternativa, criada, na Idade Média, para colmatar a zona de alagamento, no caminho principal, na altura mais chuvosa do ano. Esta via passa sobre o rio Labruja, onde, no século XV, terá sido construída, uma ponte pétrea, hoje designada como Ponte do Arquinho”.

A intervenção que se localiza na freguesia de Arcozelo, pretende tentar recuperar algumas características desta infra-estrutura, criando condições adequadas para que a zona envolvente se configure prática e convidativa a todos os que queiram usufruir da generalidade do espaço.
Neste contexto, a empreitada visa uma intervenção de valorização da Ponte que em tempos foi muito prejudicada pela pavimentação da zona de circulação com material betuminoso, a reposição de alguns elementos em granito que se encontram deslocados, a execução de pavimento em lajeado de granito disposto de forma a diferenciar zonas de circulação automóvel e pedonais, e eventuais, trabalhos de ajardinamento.
“Em simultâneo, devolve-se à ponte medieval um piso similar ao original”, refere a mesma fonte.

A vegetação existente mantém-se, colmatando apenas alguns espaços com plantação de espécies vegetais arbóreas e arbustivas autóctones.
Os dois caminhos irão beneficiar com uma intervenção ao nível do pavimento, que ao longo do percurso, de forma generalizada, alterna entre lajeado e paralelepípedo, assumindo o cariz tradicional e respeitando a envolvente do espaço em causa.
A requalificação dos Caminhos de Santiago e Arquinho visa uma melhoria substancial dos acessos, de um modo geral, e a beneficiação enquanto itinerário cultural.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.