Correio do Minho

Braga,

- +
Câmara de Vizela já investiu meio milhão na luta contra a Covid-19
Nó de Infias: concurso para projecto lançado em Outubro

Câmara de Vizela já investiu meio milhão na luta contra a Covid-19

Braga quer criar equipa de monitorização do Rio Este

Câmara de Vizela já investiu meio milhão na luta contra a Covid-19

Cávado

2020-05-24 às 11h00

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Meio milhão de euros foi quanto a Câmara de Vizela investiu até agora na luta contra a Covid-19. Mesmo assim, a autarquia garante que não vai deixar os investimentos previstos para o concelho.

Meio milhão de euros é quanto a Câmara Municipal de Vizela já investiu na adopção de medidas para combater a Covid-19. O aumento da despesa obrigou a uma revisão orçamental, mas o objectivo da autarquia é manter todos os investimentos que estavam programados, especialmente aqueles que contam com financiamento de fundos comunitários.
“Do ponto de vista do investimento não vamos deixar cair nenhum projecto, mais do que nunca precisamos de manter esta dinâmica e todas as obras com fundos comunitários vão avançar rapidamente”, referiu Victor Hugo Salgado, em entrevista ao ‘Correio do Minho’, dando como exemplo a obra de requalificação e revitalização da Praça da República e Jardim Manuel Faria, uma intervenção agora iniciada e que era aguardada há muitos anos.
Sobretudo nesta altura o autarca destaca a importância de garantir que todos os fundos comunitários aproveitados e bem executados.
O autarca admite no entanto que a pandemia representa um duro golpe nas contas camarárias, explicando que só nas isenções concedidas às famílias e empresas no que se refere a tarifas de água, resíduos e saneamento “estamos a falar de cerca de 140 mil euros”.
Recorde-se que no âmbito do pacote de apoio definido pelo município, a autarquia implementos inúmeras medidas: duplicou o apoio financeiro anual a todas as IPSS; reforçou em 10 mil euros o apoio à corporação de bombeiros local; criou 180 lugares de retaguarda; criou um mecanismo de segurança em hotéis do concelho para profissionais de saúde que não quiseram colocar em causa a família; distribuiu kits com equipamentos de protecção individual que foram distribuídos pelos mais vulneráveis, pelas IPSS, bombeiros e forças de segurança.
A Câmara de Vizela disponibilizou ainda 250 tablets e acesso à internet aos alunos carenciados do concelho para que estes possam acompanhar as actividades lectivas em casa durante o período de encerramento das escolas devido à pandemia.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho