Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Crianças do Agrupamento de Escolas cantaram os Reis
“Os dois golos podem ter uma importância muito grande”

Crianças do Agrupamento de Escolas cantaram os Reis

Fim-de-semana gastronómico destaca o 'Robalo do Mar da Ínsua'

Crianças do Agrupamento de Escolas cantaram os Reis

Vale do Ave

2020-01-17 às 17h17

Redacção Redacção

Fruto do grande trabalho e empenho das crianças, professores, educadores, funcionários mas também dos pais neste evento, os petizes interpretaram os mais genuínos cantares dos reis, recebendo efusivos aplausos da plateia.

Os ‘Reis’ de seis escolas básicas e jardins de infância do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto proporcionaram esta tarde, dia 17 de janeiro, um belíssimo espetáculo no Pavilhão Desportivo de Refojos, onde cantaram para os pais, professores, educadores e auxiliares mas também para a comunidade em geral.

Trajadas à moda antiga, as crianças encantaram o numeroso público presente no 21º Encontro de Cantares de Reis das Escolas que contou com a participação de 12 grupos constituídos pelas crianças do pré-escolar e pelos alunos das Escolas do Arco de Baúlhe, de Cavez, de Pedraça e de Gondarém, bem como das Escolas Padre Dr. Joaquim Santos e Profª. Filomena Mesquita.

Fruto do grande trabalho e empenho das crianças, professores, educadores, funcionários mas também dos pais neste evento, os petizes interpretaram os mais genuínos cantares dos reis, recebendo efusivos aplausos da plateia.

Neste evento marcaram presença o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, os vereadores Dr. Mário Machado, Dra. Carla Lousada e Eng. Pedro Sousa, o presidente da Junta de Freguesia de Refojos de Basto, Outeiro e Painzela, Leandro Campos, a diretora do Agrupamento de Escolas, Dra. Céu Caridade, o presidente da Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento, Prof. Luís Santos, e os coordenadores das escolas participantes, bem como muitos familiares dos pequenos reis das escolas e público em geral.

A iniciativa promovida pela Câmara Municipal em colaboração com o Agrupamento de Escolas teve como objetivo reviver a tradição e estimular a defesa do património cultural, promovendo a recolha e recriação dos cantares dos reis por parte das escolas e dos seus alunos. Pretendeu-se, em simultâneo preservar a memória coletiva do passado, enriquecer o presente e solidificar o futuro.

De salientar que todos os grupos participantes receberam um prémio de participação no valor de 60 euros para a aquisição de material didático-pedagógico.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.