Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Crianças recolheram 700 quilos de resíduos no monte de Vila Franca
CAVI da Pais-em-Rede apoiou 72 pessoas ao longo do primeiro ano de actividade

Crianças recolheram 700 quilos de resíduos no monte de Vila Franca

Famalicão: Rota de Camilo ganha impulso com duas candidaturas aprovadas

Crianças recolheram 700 quilos de resíduos no monte de Vila Franca

Alto Minho

2019-08-01 às 15h33

Redacção Redacção

Até final de Agosto, serão realizadas pelas crianças e jovens d’“O Berço”, em parceria do CMIA, três acções de recolha de resíduos em espaços naturais de Viana do Castelo, entre Veiga de S. Simão, Vila Franca e Rio Lima (Cabedelo).

A Câmara Municipal de Viana do Castelo, através do Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental de Viana do Castelo (CMIA), em parceria com a casa de acolhimento “O Berço” do Centro Social e Paroquial de Nossa Senhora de Fátima, está a percorrer diferentes espaços naturais do concelho para proceder à recolha de resíduos. Com o apoio de voluntários da empresa Borgwarner, foram recentemente recolhidos 700 quilos de resíduos no Caminho do Penedo do Ladrão, no monte de Vila Franca.

O local em causa é indevidamente utilizado para despejo de todo o tipo de material, pelo que, em cerca de uma hora e meia de trabalho, as entidades conseguiram recolher sete centenas de quilos de lixo.

Até final de agosto, serão realizadas pelas crianças e jovens d’“O Berço”, em parceria do CMIA, três ações de recolha de resíduos em espaços naturais de Viana do Castelo, entre Veiga de S. Simão, Vila Franca e Rio Lima (Cabedelo).
Estas ações dão continuidade ao trabalho já realizado o ano passado com a mesma instituição, onde nos mesmos meses de trabalho conseguiram recolher 400 quilos de resíduos. Este trabalho visa alertar a população para a problemática do lixo em espaços naturais, muito do qual de origem urbana, e para a importância e necessidade de conservação/preservação dos ecossistemas.

Desde 2017, o CMIA promoveu 72 ações de limpeza, durante as quais foram recolhidas 5,5 toneladas de resíduos, num total de 140 horas de trabalho. Só entre 2018 e 2019, as ações contaram com a participação de 754 voluntários.
A limpeza de espaços naturais integra-se na área de voluntariado ambiental que o CMIA promove desde 2014. Neste tipo de acções é fornecido apoio a associações ou grupos organizados em limpeza de praias, áreas ribeirinhas e florestais. Tratam-se de actividades que se realizam em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente, os Serviços Municipalizados de Saneamento Básico, Gabinete Técnico Florestal (dependendo da área de intervenção) e o Banco Local de Voluntariado.

Para além desta área de limpeza de espaços naturais, existem ainda ações de voluntariado ambiental em mais 2 áreas: identificação de arrojamento de animais marinhos e proteção de ninhos de Borrelho-de-coleira-interrompida.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho