Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Criação de cinema jovem impulsionado em Famalicão
Novo site de Amares potencia oferta turística

Criação de cinema jovem impulsionado em Famalicão

Museu Virtual da Memória Marítimo no navio Gil Eannes

Criação de cinema jovem impulsionado em Famalicão

Vale do Ave

2019-11-11 às 17h10

Redacção Redacção

YMotion 2019 terminou com consagração de vencedores e com o anuncio da criação de um estúdio de criação audiovisual na Casa da Juventude.

Os jovens de Vila Nova de Famalicão vão poder explorar e potenciar o seu talento ao nível da produção e realização de cinema com recurso ao equipamento profissional que estará disponível no novo laboratório de experimentação de multimédia e audiovisual que vai ser instalado na Casa da Juventude de Vila Nova de Famalicão no decorrer do próximo ano. A novidade foi avançada pela vereadora da Juventude, Sofia Fernandes, na sessão solene de encerramento do YMotion 2019 -  Festival de Cinema Jovem de Famalicão que decorreu no passado sábado, dia 9, no Centro de Estudos Camilianos, e que consagrou o jovem realizador Pedro Cabeleira com o Grande Prémio Joaquim de Almeida e a atriz Beatriz Batarda com uma homenagem pela sua carreira na sétima arte.
 
A fase final da 5ª edição do Ymotion decorreu entre os dias 2 e 9 de novembro, com mais de 40 curtas em competição extraídas de 170 candidaturas. Para além do prémio de Melhor Filme, com “Filomena”, Pedro Cabeleira venceu ainda o prémio de Melhor Elenco pelo mesmo filme, a história de uma empregada doméstica que sonha para além do seu precário quotidiano.
 
Guilherme Daniel e a sua “Estranha Casa na Bruma” venceu o Prémio de Fotografia, enquanto que “Direito à Memória”, de Rúben Sevivas, sobre a única gravação da campanha eleitoral de Humberto Delgado, conquista o de Melhor Documentário. Os restantes prémios foram atribuídos a “Equinox”, de Bruno Carnide (Argumento e Animação), o díptico western caseiro “Billy: The Kid” e “Johnny: The Punisher”, ambos de César Santos (Prémio Escolas) e “O Jardim”, de Bruno Moreira (Prémio Público).
 
Mais do que os prémios individuais, foi num ambiente de festa e de valorização do novo cinema jovem português que decorreu o encerramento de mais uma edição do YMotion com um aplauso unânime do júri, composto pelo argumentista Tiago R. Santos, a atriz Soraia Chaves, o ilustrador Pedro Mota Teixeira, o humorista Nuno Markl, os jornalistas Vitor Moura e Tiago Fernando Alves e a realizadora e atriz Inês Sá Frias, aos vencedores e à aposta do município de Famalicão na organização de um festival de cinema jovem.
 
Essa mesma nota foi deixada com particular ênfase pela homenageada da noite, Beatriz Batarda, felicitando o pelouro do Juventude de Famalicão pela organização de “um festival dedicado ao sangue novo fora dos grandes centros urbanos” e que isso justificou “que fizesse 300 km numa tarde com as suas três filhas para receber um prémio de carreira em Famalicão”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.