Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Cuba: 'Democracia vai acabar por se instalar' no país - Fernando Nobre
Município de Celorico de Basto oferece fichas escolares

Cuba: 'Democracia vai acabar por se instalar' no país - Fernando Nobre

‘Bolinhos de Bacalhau’ casam com vinho verde Alvarinho no ‘Bem-Me- Quer’

Nacional

2010-03-04 às 12h51

Lusa Lusa

O candidato presidencial Fernando Nobre lamentou hoje que 'o regime cubano ainda não tenha' estendido 'as liberdades e garantias a todos os seus concidadãos' e afirma acreditar que 'a democracia vai acabar por se instalar em Cuba'.

O candidato presidencial Fernando Nobre lamentou hoje que 'o regime cubano ainda não tenha' estendido 'as liberdades e garantias a todos os seus concidadãos' e afirma acreditar que 'a democracia vai acabar por se instalar em Cuba'.

Em declarações à Lusa, Fernando Nobre lembrou ainda que 'a greve da fome foi sempre utilizada por ativistas para protestarem contra situações que consideravam intoleráveis'.

'É o que está a acontecer em Cuba', frisou, considerando que 'é sempre triste que tenha de se chegar a estes extremos'.

Em Cuba estão em greve de fome o dissidente político Guillermo Farinas e, segundo o jornal espanhol El País, mais dois presos políticos cubanos, que iniciaram a mesma forma de protesto após a morte do dissidente Orlando Zapata.

Fernando Nobre salientou que 'a democracia é algo de extremamente importante e valorizado por todos os seres humanos e quando não há outros meios de se atingirem os fins, a democracia tão desejada, as pessoas utilizam todos os meios à sua disposição'.

O candidato presidencial lamentou também que 'ainda tenha de se recorrer a esta violência extrema em países do nosso mundo contemporâneo' e que 'o regime cubano ainda não tenha entendido que é preciso abrir as liberdades e garantias a todos os seus concidadãos'.

Otimista, Fernando Nobre afirmou-se convencido de que 'a democracia vai acabar por se instalar em Cuba' - 'é inevitável', sublinhou - e 'depois caberá aos cubanos e a toda a comunidade internacional ajudá-los para que ela se preserve'.

Fernando Nobre, médico e fundador da organização não governamental Assistência Médica Internacional, anunciou a sua candidatura à Presidência da República a 19 de fevereiro.

Orlando Zapata, o preso político morto há uma semana após uma greve de fome de dois meses e meio, foi 'o primeiro passo na intensificação da luta pela liberdade em Cuba', segundo Guillermo Farinas, psicólogo e jornalista, de 48 anos.

Farinas não come nem bebe há uma semana e exige a libertação de 26 presos políticos cubanos com problemas de saúde.

Cuba nega ter presos políticos, afirmando que os dissidentes são 'mercenários' a soldo dos Estados Unidos, que impõem um embargo ao país há 48 anos.


*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho