Correio do Minho

Braga, terça-feira

Delegação de competências vai começar em zonas-piloto
Clube Náutico de Prado campeão nacional de Primeiras Pagaiadas

Delegação de competências vai começar em zonas-piloto

Grupo Desportivo de Regadas já tem relvado sintético

Ensino

2018-08-08 às 13h00

Patrícia Sousa

PARQUE ESCOLAR E ESPAÇOS VERDES são as áreas que, numa primeira fase, poderão ser delegadas às juntas e uniões de freguesia do centro da cidade. Visitas a outras freguesias servem de exemplo.

Numa lógica de proximidade, o Município de Braga reúne mensalmente com os quatro presidentes de juntas e uniões de freguesia do centro da cidade. Delegar competências em zonas-piloto das áreas da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade, União de Freguesias de S. José de S. Lázaro e S. João do Souto, Junta de Freguesia de S. Victor e Junta de Freguesia de S. Vicente, nomeadamente, no parque escolar e nas zonas verdes é o objectivo.
Esta iniciativa de sentar à mesma mesa os presidentes e o Município de Braga tem permitido a realização mensal e rotativa de reuniões de trabalho em cada uma destas freguesias, numa prova de “total abertura e cooperação” do município com estas juntas de freguesia que representam o núcleo mais urbano do concelho.
António Barroso, do Gabinete de Apoio ao Presidente da Câmara Municipal de Braga, sublinhou que as reuniões com os presidentes de junta, que também contam com a participação de responsáveis do pelouro do vereador João Rodrigues, têm como objectivo a troca de práticas e de experiências de dimensão superior.
Nesta perspectiva de reformulação da delegação de competências, o que está em cima da mesa é o reforço a nível do parque escolar e da gestão dos espaços verdes. “Vamos começar por zonas-piloto nas freguesias, até porque as juntas e uniões de freguesia não têm esse trabalho e, por isso, têm uma experiência reduzida nessa matéria”, justificou. A ideia é, assegurou António Barroso, “ir aos poucos encontrando a forma mais económica e célere de resolver os problemas que vão surgindo no dia a dia”.
Para complementar estas reuniões, a semana passada, António Barroso acompanhou os autarcas a uma visita à freguesia de Paranhos, no Porto. “É uma freguesia com uma realidade distinta da nossa, mas serviu para trocar experências e estreitar contactos”, confirmou aquele responsável.
Para amanhã está já agendado outro encontro, desta vez no concelho de Sintra, com a visita à União de Freguesias de Massamã e Monte Abraão para se perceber também a sua forma de trabalho. “Procuramos bons exemplos”, atirou aquele responsável, adiantando que aquela união de freguesias já trabalha com delegação de competências.
A Câmara Municipal de Braga, continuou António Barroso, “é apenas a interlocutora, mas daqui podem sair contactos e até a realização de actividades em comum”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.