Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Domingos Bragança destaca partilha das infraestruturas desportivas entre clubes de Guimarães
Um cabaz que transborda amor e muita esperança

Domingos Bragança destaca partilha das infraestruturas desportivas entre clubes de Guimarães

Obras: 385 requerimentos tratados por via digital

Domingos Bragança destaca partilha das infraestruturas desportivas entre clubes de Guimarães

Desporto

2020-02-22 às 17h17

Redacção Redacção

Município de Guimarães atribui o maior apoio de sempre na vertente desportiva, distribuindo cerca de 1,6 milhões de euros pelos clubes vimaranenses.

A Câmara Municipal de Guimarães atribuiu um apoio significativo aos clubes do concelho, ao abrigo dos contratos-programa celebrados este sábado, 22 de fevereiro, numa sessão que decorreu no Instituto de Design, com a presença do Presidente do Município, Domingos Bragança, do Vereador do Desporto, Ricardo Costa, e os representantes das diversas instituições.



Domingos Bragança deixou explícito na sua mensagem a importância de rentabilizar as infraestruturas desportivas, através da partilha entre clubes, apelou ao fomento do futebol feminino e realçou a necessidade de proceder à legalização das estruturas físicas dos clubes como uma exigência para a cedência de apoios camarários.



O Presidente da Câmara de Guimarães realçou a “afirmação do futebol feminino como uma aposta de futuro”, considerando os exemplos em prática do Vitória SC, UD Polvoreira, Tabuadelo e Brito SC, evidenciando que “o futebol feminino está a afirmar-se, proporcionando a prática na igualdade de género e a diversificação da modalidade”.



Domingos Bragança justificou ainda a partilha dos recintos desportivos perante “um investimento feito nas freguesias pela dispersão geográfica do território, como os casos de Abação e Gémeos, Souto S. Salvador ou Gonça, sendo relvados necessários para o desenvolvimento desportivo dessas freguesias, mas este investimento deve levar a parcerias com outros clubes que têm maior atividade no sentido de maximizar a utilização destes recintos desportivos. Não faz sentido a utilização destas infraestruturas em cerca de 30 % do tempo e assim é possível aumentar a capacidade de reposta aos clubes que têm uma maior atividade desportiva. Com esta partilha todos ficam a ganhar”, frisou.



Quanto à questão do licenciamento das instalações, o Presidente do Município vincou como “uma condição essencial”, destacando que além das novas edificações existem clubes que têm edificações antigas sem licenciamento e a Câmara está disponível para colaborar na regularização dessas situações.



Os apoios no reforço à requalificação de instalações desportivas, na formação e na realização de eventos desportivos, justificam a fatia maior dos subsídios atribuídos pela Câmara Municipal de Guimarães, no âmbito do desporto. Assumindo a necessidade de continuar a dotar os principais clubes do concelho com relvados sintéticos, potenciando o seu desenvolvimento desportivo e a aposta na formação de jovens, foram definidos contratos-programa num valor a rondar os 800 mil euros, para apoiar os seguintes clubes para a construção de novos sintéticos: Brito SC, CD Ponte, GD Gémeos, GD Souto e Gondomar, CCD O Desportivo de Ronfe e Atlético de Gonça. Nesta vertente será, também, apoiada a construção da denominada Vila Desportiva do Moreirense, complexo desportivo que agregará as valências deste clube num único espaço e que implicará um substancial esforço financeiro, por parte do Município, por um período de três anos.



São ainda beneficiários de apoios plurianuais os seguintes clubes desportivos: o CART, para instalação de um novo piso em madeira no seu pavilhão, o Vitória SC para a renovação dos balneários do complexo desportivo e pavilhão, o Guimagym e a AJKP, para instalação de nova academia desportiva para ginástica e karaté, numa antiga fábrica têxtil desativada, envolvendo um considerável esforço financeiro, a pagar em 6 anos.



Definido ainda como intervenção urgente no sentido na requalificação de algumas instalações desportivas, foi atribuído um valor global de 152 mil euros para os seguintes clubes desportivos: GDRC de Candoso S. Tiago, Ases Sta. Eufémia, Águias Negras Tabuadelo, UD Airão, CSP S. Martinho de Candoso e a Associação de Desportos de Combate KTF de Guimarães, Os Sandinenses GDRC e o Grupo Desportivo União Torcatense.



No domínio da do apoio à formação desportiva, serão apoiados 54 instituições do concelho num valor superior a 400 mil euros.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho