Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Duzentas empresas testam sete mil colaboradores até quarta-feira
Melgaço celebra os 25 anos da Brandeiro

Duzentas empresas testam sete mil colaboradores até quarta-feira

Adeptos finalmente mataram saudades da ‘bola’

Duzentas empresas testam sete mil colaboradores  até quarta-feira

Braga

2021-06-12 às 06h00

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Arrancou, no Gabinete Municipal de Saúde, a testagem massiva de rastreio à Covid-19. Ontem foram testados mil colaboradores, sendo que até quarta-feira devem ser testados gratuitamente sete mil trabalhadores.

Mil colaboradores de empresas bracarenses foram ontem testados à Covid-19, no Gabinete Municipal de Saúde. Até quarta-feira, serão sete mil os trabalhadores submetidos ao rastreio preventivo, numa medida que visa travar o agravamento da situação epidemiológica no concelho de Braga.
A testagem massiva dos colaboradores das pequenas e médias empresas do concelho, que não tenham serviços de saúde ocupacional, está a ser desenvolvida no âmbito do Programa Nacional de Testagem e numa altura em que Braga não avançou no processo de desconfinamento, depois da segunda avaliação consecutiva ter revelado uma taxa de incidência superior a 120 casos por cem mil habitantes nos últimos 14 dias.

O processo de inscrição das empresas abriu há cerca de duas semanas e foi articulado com a InvestBraga. Até ao meio da tarde de ontem (as inscrições terminaram à meia-noite) estavam inscritas 200 empresas, dado evidenciado por Carlos Silva, administrador executivo da InvestBraga, por demonstrar “a boa adesão” das empresas a este programa de testagem “que não tem custos para as empresas”.
O Município de Braga, através do seu Gabinete Municipal de Saúde cede as instalações para os testes de rastreio que estão a ser realizados pela ARS-Norte, através do Agrupamento de Centros de Saúde Cávado I.

Carlos Silva realça que esta iniciativa vem dar resposta às empresas do concelho que não têm serviço de saúde ocupacional, realçando que muitas empresas do concelho, sobretudo as de maior dimensão, já implementaram a testagem preventiva como forma de detectar e prevenir focos de contágio pelo novo coronavírus. A própria InvestBraga testa os seus colaboradores de três em três semanas com esse objectivo.
Além de realçar a adesão das empresas a esta iniciativa, Carlos Silva nota ainda que a testagem tem sido apontada como uma das formas mais eficazes de combater o aumento de casos de Covid-19 no concelho.
O responsável lembra que o travão no desconfinamento tem impacto económico nas empresas.

Tal como tem impacto o surgimento de algum caso positivo que poderá obrigar ao isolamento de um número significativo de trabalhadores devido a contactos de risco.
No início do ano o Governo apresentou o plano de promoção da operacionalização da estratégia de testagem em Portugal que assenta em três eixos de intervenção: testagem dirigida e programada em contextos como eventos de massa e testagem generalizada que inclui os auto-testes, de forma a contribuir para o controlo da epidemia da Covid-19.
Este plano visa a “identificação precoce de casos assintomáticos de forma activa, como resultado de uma testagem intensificada e dirigida, complementada com a criação de todas as oportunidades de testagem, com o envolvimento interinstitucional”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho