Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Escola Básica de Ribeirão vai ser requalificada
Metade dos alunos do D. Diogo obteve 20 valores no exame nacional de Matemática

Escola Básica de Ribeirão vai ser requalificada

Hospital de Braga retoma formação com 53 acções

Escola Básica de Ribeirão vai ser requalificada

Vale do Ave

2020-07-30 às 06h00

Patrícia Sousa Patrícia Sousa

Projecto da 2.ª fase da empreitada foi apresentado pela autarquia de Famalicão e vai implicar um investimento superior a 5,5 milhões de euros.

A requalificação e ampliação da Escola Básica de Ribeirão vai avançar para uma nova fase com o arranque das obras no ponto central do edifício escolar: as salas de aula.
“Esta intervenção vai permitir uma melhoria substancial das condições infra-estruturais da escola”, evidenciou o presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, referindo ainda que se está perante “um investimento público que vai ser útil para a comunidade educativa, mas que poderá também ser colocado ao serviço de toda a comunidade”.

Depois de ter aprovado na semana passada a proposta para a abertura de concurso público para a realização da empreitada, o executivo municipal famalicense apresentou, entretanto, o projecto referente à segunda fase da intervenção que vai implicar um investimento superior a 5.5 milhões de euros.
Sobre o esforço financeiro da obra, Paulo Cunha fala numa intervenção sem paralelo. “Esta obra tem um custo estimado acima dos 5.5 milhões de euros e um financiamento garantido de 2.2 milhões, o que significa que o financiamento comunitário não chega a 50% do seu custo e que o esforço municipal e o esforço dos famalicenses é superior a três milhões de euros.

O presidente foi mais longe: “assumimos esta intervenção porque em Famalicão a Educação é uma verdadeira prioridade. Assim é há vários anos e vai continuar a ser”.
A primeira fase das obras está concluída e incidiu sobre a área do edifício Multiusos destinada aos alunos – sala de estudo, biblioteca, refeitório, bar e cozinha.
A segunda fase da empreitada contempla agora a requalificação da área do Multiusos destinada aos professores, direcção e serviços administrativos, mas também a construção de um novo edifício com salas de aula, laboratórios, sala de professores, reprografia, zonas de circulação e um auditório para 140 pessoas. Este edifício contempla também um recreio coberto e um auditório ao ar livre.

Entretanto, a directora do Agrupamento de Escolas, Elsa Carneiro, mostrou-se naturalmente satisfeita com o avanço da nova frente de obras. “Sabemos que esta escola não está sob a alçada do município, mas o compromisso assumido pela Câmara Municipal de Famalicão tem vindo a ser cumprido e estamos a projectar a Escola de Ribeirão para o futuro”.
A Escola Básica de Ribeirão foi fundada em Setembro de 1982 e, por isso, está a precisar de obras. Nesse sentido, a Câmara Municipal de Famalicão estabeleceu um acordo de colaboração celebrado com o Ministério da Educação para a requalificação e modernização das instalações.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho