Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Esposende Ambiente incentiva separação de resíduos
Salão Auto de Braga aposta no segmento duas rodas

Esposende Ambiente incentiva separação de resíduos

HC Braga vence OC Barcelos na luta pelo quinto lugar na Elite Cup

Esposende Ambiente incentiva separação de resíduos

Cávado

2019-08-22 às 20h21

Redacção Redacção

Trata-se da réplica de “Barco do Pilado”, da autoria de António Palmeira, embarcação utilizada até final dos anos 70 para a apanha do pilado (caranguejo – crustáceo palybius henslowii) usado para a adubagem das terras, e que se encontra instalada na Praça dos Sargaceiros, na frente marítima de Apúlia.

Com o intuito de incentivar a separação de resíduos, uma das bandeiras estratégicas do Município de Esposende, a Esposende Ambiente, em colaboração com a Mareada – Associação Cultural, de Apúlia, disponibiliza naquela vila, durante a época balnear, um equipamento sui generis para depósito de resíduos de plástico e metal.

Trata-se da réplica de “Barco do Pilado”, da autoria de António Palmeira, embarcação utilizada até final dos anos 70 para a apanha do pilado (caranguejo – crustáceo palybius henslowii) usado para a adubagem das terras, e que se encontra instalada na Praça dos Sargaceiros, na frente marítima de Apúlia.

Na época balnear de 2018 foram recolhidas e encaminhadas para aterro sanitário cerca de 5.600 toneladas de resíduos indiferenciados, sendo que, durante o mesmo período, apenas foram recolhidas nos ecopontos cerca de 614 toneladas de resíduos para reciclagem. Assim, sob a temática “do rio ao mar sem lixo” pretende-se incentivar os banhistas, e população em geral, a melhorar a gestão dos resíduos e a reduzir a ameaça do lixo marinho, que se estima que ultrapasse as 250 000 toneladas de plástico a flutuar nos oceanos.

Na promoção desta ação de incentivo e sensibilização ambiental estiveram presentes a Vice-presidente da Câmara de Esposende e responsável pela área do ambiente, Alexandra Roeger, o Presidente do Conselho de Administração da Esposende Ambiente, Paulo Marques, o comandante do Porto de Viana do Castelo e da Estação Salva-vidas do ISN de Apúlia, o autor da obra, representantes da Associação Mareada, representantes da Junta e da Assembleia da Freguesia de Apúlia e Fão, grupo das Guias de Apúlia - Movimento de Educação e do Centro Escutista de Apúlia.

Com esta iniciativa, as entidades envolvidas implementam mais uma medida com vista ao cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU, nomeadamente o ODS 12 – Produção e Consumo Sustentáveis, ODS 14 – Proteger a Vida Marinha e ODS 17 – Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.