Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Fado solidário promete notas de encanto
Município de Esposende institui “Prémio Paulo Gonçalves” para distinguir atletas de excelência

Fado solidário promete notas de encanto

Empresa “Guimarães Marca” vence categoria Têxteis Lar do Fashion Film Festival

Fado solidário promete notas de encanto

Braga

2021-10-23 às 13h00

Rui Miguel Graça Rui Miguel Graça

Já imaginou Camacho Silva, Isabel Maria, Jorge Dias, Marisa da Luz, Mário Bruno e Paula Barroso em palco com e pelos utentes do Centro D. João Novais e Sousa? Pois! É um espectáculo especial e por uma causa ainda mais simbólica.

Em primeiro lugar ainda há bilhetes. E eles merecem uma casa cheia. Pelo seu encanto, pela sua luta, pela sua coragem de subir ao palco e também porque a instituição sonha e deseja há muito tempo com o Lar Residencial para jovens e adultos especiais, portadores de deficiência intelectual, com condições humanas capazes de orgulhar o comum dos mortais. O preço de cada ingresso é simbólico — cinco euros. Estão disponíveis nas quatro Juntas de Freguesia da Cidade, concretamente São Vicente, S. Victor, UF de Maximinos, Sé e Cividade e UF de S. Lázaro e S. João do Souto. Estão também à venda cada Casa Fragata, no Museu da Sé e nas instalações do Centro D. João Novais de Sousa. Ah! A venda antecipada termina hoje.
Agora vamos pincelar o espectáculo. Amanhã, 15.30 horas no Altice Forum Braga. Vão estar em palco Camacho Silva, Isabel Maria, Jorge Dias, Marisa da Luz, Mário Bruno e Paula Barroso, acompanhados à guitarra por Paulo Proença e Horácio Andrade. Em palco também vão estar os utentes da instituição. Com honras de abertura, porque a honra é toda deles.
O projecto para construir o Lar Residencial já existe desde 2012, sem que tenha sido possível a sua concretização, mas sendo uma resposta social imprescindível para garantir aos utentes desta instituição o apoio e o acolhimento que merecem no seio da instituição que é também sua família. O projecto de arquitectura está aprovado, assim como as licenças necessárias para avançar com a concretização do Lar Residencial. O objectivo é criar esta valência numa das alas do edifício do Centro Novais e Sousa onde actualmente funciona do CACI.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho