Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Famalicão mantém abertos serviços essenciais nas vésperas de feriados
Exposição do Concurso de Fotografia “Arcos pela Lente” no Campo do Trasladário

Famalicão mantém abertos serviços essenciais nas vésperas de feriados

Autarca de Viana do Castelo apela à suspensão das campanhas dos candidatos presidenciais

Vale do Ave

2020-11-26 às 10h30

Redacção Redacção

Presidente da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha, explica que a abertura dos serviços municipais essenciais nas vésperas dos próximos feriados tem como objectivo evitar a concentração a seguir.

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai manter em funcionamento os serviços essenciais como o atendimento ao público, nas próximas duas segundas-feiras, vésperas de feriado, dias 30 de Novembro e 7 de Dezembro.
Apesar de ter decidido dar tolerância de ponto aos funcionários municipais, na sequência da resolução anunciada pelo governo, o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, optou por manter abertos os serviços de atendimento do Balcão Único, Água e Saneamento e Acção Social, no horário entre as 9 e as 15 horas.
Para além deste atendimento, estarão activos ainda nestes dias o piquete de águas e os serviços de recolha de lixo.
“Ao assegurarmos o acesso a estes serviços públicos essenciais, estamos a contribuir para que não haja uma elevada concentração de utentes nos dias a seguir aos feriados, nos respectivos espaços”, explica Paulo Cunha, salientando que existem serviços que têm tido uma grande procura diária como é o caso da Ação Social.
“Depois do encerramento da delegação da Segurança Social em Famalicão, os famalicenses estão a recorrer aos serviços da Acção Social, em busca de ajuda e esclarecimentos”, acrescentou o autarca referindo que o município “não pode deixar as pessoas desamparadas e sem respostas”.
Refira-se, a propósito, que os serviços de Segurança Social e Registo Civil de Famalicão fecharam para atendimento ao público. A situação deve-se a casos positivos à covid-19 de funcionários e ao isolamento profilático de outros. A falta de recursos humanos impediu o recurso de equipas em espelho, o que obrigou ao encerramento dos serviços.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho