Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Famalicão: Rota de Camilo ganha impulso com duas candidaturas aprovadas
Investigadores da UMinho premiados pela Sociedade Americana de Ergonomia

Famalicão: Rota de Camilo ganha impulso com duas candidaturas aprovadas

Câmara Municipal de Arcos de Valdevez volta a reivindicar a redução da portagem na A3

Famalicão: Rota de Camilo ganha impulso  com duas candidaturas aprovadas

Vale do Ave

2020-08-04 às 11h00

Redacção Redacção

INVESTIMENTO de 700 mil euros contempla a requalificação da Casa-Museu de Camilo Castelo Branco e a criação de uma rede de experiências inspiradas no escritor.


A requalificação da Casa-Museu Camilo Castelo Branco, em S. Miguel de Seide e a criação de uma rede de experiências inspiradas em Camilo com recurso à vida e obra do escritor são dois projectos que vão ser concretizados no âmbito da Rota de Camilo depois da aprovação de duas candidaturas ao programa operacional Norte 2020.
As candidaturas intitulam-se “Rota Camilo: valorização da Casa-Museu e vemitério da Lapa” e “Rota Camilo: qualificação e divulgaçãoTerritorial” e serão cofinanciadas pelo Norte 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).
O investimento global ronda os 700 mil euros contando com uma comparticipação FEDER de cerca de 500 mil euros.
A Rota Camilo é um projecto de valorização do património de Camilo Castelo Branco enquanto produto de interesse turístico-cultural promovido pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão envolvendo um conjunto de instituições do norte do país.
As duas candidaturas aprovadas vão permitir, por um lado, a modernização e requalificação da Casa-Museu Camilo Castelo Branco, em S. Miguel de Seide, nomeadamente a reconstrução da Quinta de São Miguel e da Casa dos Caseiros. E por outro, estabelecer uma rede de experiências inspiradas em Camilo com recurso à vida e obra do escritor, com o objectivo de aumentar exponencialmente de ligações ao legado deixado por ele.
No primeiro caso, a candidatura foi apresentada em conjunto com a Venerável Irmandade da Lapa, do Porto, e vai permitir ainda a qualificação do cemitério da Lapa, um monumento de interesse público, onde está localizado o jazigo de Camilo Castelo Branco.
Em S. Miguel de Seide, a Casa Museu de Camilo ganhará novos espaços aptos ao acolhimento de experiências como visitas encenadas, degustações de ementas camilianas, pequenas performances, programas nocturnos, entre outras.
Na segunda candidatura o município de Vila Nova de Famalicão assume o papel de beneficiário líder e o município de Ribeira de Pena é co-beneficiário, em concertação com uma rede de parceiros distribuídos pela região, nomeadamente a Câmara Municipal do Porto, o Centro Português de Fotografia, a Confraria do Bom Jesus, a CP – Comboios de Portugal e a Venerável Irmandade de Nossa Senhora da Lapa.
Neste âmbito, a Casa Museu de Camilo, localizada em S. Miguel de Seide assume-se como o pólo de acolhimento e distribuição da Rota de Camilo, mobilizando os públicos a partir do polo turístico do Porto para os destinos do Minho e Trás-os-Montes.
As intervenções deverão ficar concluídas até ao segundo semestre de 2021, altura em que a Casa-Museu assinalará 100 anos de abertura ao público, anuncia o Município de Famalicão em comunicado.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho