Correio do Minho

Braga,

- +
Famalicão: Observatório de Cinema tem como mote a comunidade
Esposende quer reduzir factura eléctrica

Famalicão: Observatório de Cinema tem como mote a comunidade

Carlos Carvalhal: “Temos de acabar com erros individuais, que custam caro”

Famalicão: Observatório de Cinema tem como mote a comunidade

Vale do Ave

2021-10-14 às 13h00

Redacção Redacção

CLOSE UP decorre de 16 a 23 deste mês na Casa das Artes.

A comunidade é o mote para edição deste ano do Observatório de Cinema de Famalicão - CLOSE UP, que decorre na Casa das Artes entre os dias 16 e 23 deste mês. O tema refere-se a todos os que, como espectadores, técnicos ou criadores, se reúnem em torno de um propósito comum, que é o cinema. O programa inclui dezenas de actividades ligadas ao cinema, que incluem filmes-concerto, um panorama pela obra do cineasta Basil da Cunha, que inclui uma masterclass, e uma exposição da Casa do Cinema Manoel de Oliveira (Fundação de Serralves).
O ‘episódio’ deste ano arranca no próximo sábado, pelas 15 horas, com o filme ‘66 CINEMAS’ (2016) de Philipp Hartmann, e conta com a presença de Gonçalo Oliveira e Carlos Natálio.
No mesmo dia decorre o filme-concerto ‘Manoel’, numa abordagem a Manoel de Oliveira e à cidade do Porto. A programação do Close-Up encontra-se dividida em rubricas, entre elas, Paisagem Temática: cinema Comunidade, Histórias do Cinema: In the Mood for Kar-Way, e Sang-Soo, Fantasia Lusitana: Basil da Cunha, Café Kiarostami: Conversas, Música e Poesia através do Cinema, cinema para escolas, sessões para famílias, exposição e filmes-concertos.
 No Paisagens Temáticas, onde estão previstas sessões de ficção e documentários, o destaque vai para ‘O Céu por Cima de Cá’, da Companhia de Música Teatral, no dia 17, pelas 17.30 horas, uma proposta artística concebida em parceria com a Casa das Artes, que inclui imagens recolhidas em processos de interação das personagens com o território, num registo de performance no espaço público, e que se encontra, actualmente, nomeado para um Young Audiences Music Awards (YAMawards).
O ‘Operário Amador’, de Ramon de Los Santos, é a estreia agendada para o dia 19, pelas 18.30 horas.
O cineasta Basil da Cunha está em destaque nos dias 21 a 23 deste mês, com a apresentação de filmes como ‘Nuvem’ (2011), ‘Até Ver a Luz’ (2013), ‘A Côte’ (2009) e ‘O Fim do Mundo’ (2019).No dia 22 o cineasta dirige uma oficina técnica destinada aos alunos de Audiovisual e Multimédia das escolas locais.
Está, também, previsto um ciclo de histórias do cinema, que cruza as filmografias de Wong Kar-way e Hong Sang-Soo. A edição deste ano do CLOSE-UP encerra com o filme-concerto protagonizado por Filipe Raposo e a Orquestra Sinfónica Portuguesa, dirigida por Cesário Costa, que farão o acompanhamento sonoro do filme ‘Metropolis’ (1927), de Fritz Lang, no dia 23 deste mês, pelas 21.45 horas.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho