Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Famalicão: Um regresso ao passado que é futuro
Hospital Senhora da Oliveira é finalista do Healthcare Excellence

Famalicão: Um regresso ao passado que é futuro

Bienal de arte têxtil entra na recta final

Famalicão: Um regresso ao passado que é futuro

Economia

2020-10-13 às 15h15

Redacção Redacção

Mercearia da Vila vende qualidade a granel e entra no Roteiro pela Inovação de Famalicão

A Catarina Silva cresceu a ouvir as gerações mais velhas a dizerem que o desperdício era uma das marcas dos tempos modernos e que em tempos idos apenas se comprava o que era necessário, ao quilo, e até à grama se não fosse ncessário mais. Sensível para com as questões da sustentabilidade social e ambiental, recriou em Famalicão uma loja desses tempos com venda exclusivamente a granel.

“Foi o concretizar de um sonho”, diz a Catarina, que se formou em criminologia mas que a sensibilidade apurada pelas questões da alimentação puxou para outras andanças.

Sacos de sarapilheira, frascos e caixas são a mobília da Mercearia da Vila, contendo frutos secos, sementes, especiarias, chás e leguminosas, que são vendidos em modo self-service ao peso. “Cada um leva o que precisa. Evita-se o desperdício e fomenta-se o consumo de produtos bons para a saúde e para o ambiente”.O aroma, as cores e as texturas dos produtos são o melhor cartão de visita dos bens que escaparam ao embalamento industrial e que se mostram ao cliente em toda a sua transparência.

Aberta ao público desde janeiro deste ano, as circuntâncias excecionais provocadas pela pandemia fizeram temer o pior, mas foram essas mesmas circunstâncias que deram um impulso inesperado ao negócio. “O confinamento fez com que as pessoas valorizassem o comércio de proximidade e redescobrissem a sua mais valia”.

O Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, realizou hoje, segunda-feira, 12 de outubro, uma visita ao local, incluindo a Mercearia da Vila no Roteiro pela Inovação de Vila Nova de Famalicão. “É um projeto pleno de virtudes. Aqui compra-se o que é preciso e aposta-se em produtos de qualidade e em compras na quantidade certa. Defende-se o consumidor e protege-se o meio ambiente. Um bom exemplo para o futuro”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho