Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Famalicão vai renovar centro da cidade
FC Marinhas, AD Esposende e CF Fão campeões do Campeonato Concelhio de Futebol Infantil 2018/2019

Famalicão vai renovar centro da cidade

Quatro mil crianças desfilam hoje na abertura da Braga Romana

Vale do Ave

2019-03-19 às 08h00

Redacção

Proposta da autarquia para a renovação do centro urbano foi apresentada pelo presidente Paulo Cunha. Renovação vai ter em conta novos estilos de vida sociais, dando mais espaço aos peões e com o estacionamento organizado.

“O futuro próximo do centro de Famalicão será mais condigno com a importância, dinâmica e grandeza do concelho. No quarteirão situado entre as praças D. Maria II e Mouzinho de Albuquerque e ruas adjacentes, haverá mais e melhores zonas sociais, mas simultaneamente mais espaço para peões e para os modos de transporte suaves”, adiantou o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, durante a apresentação da intervenção que está a ser preparada no âmbito do Plano de Estratégico de Desenvolvimento Urbano.

A proposta da autarquia prevê a revitalização de um conjunto de espaços, artérias e equipamentos, com destaque para a qualificação e modernização do Mercado Municipal cujas obras deverão arrancar no decorrer do primeiro semestre do corrente ano. A proposta da autarquia vai no sentido de ampliação, para norte e para sul, da Praça D. Maria II, com a supressão ao trânsito automóvel dos dois topos, e pela requalificação de todas as artérias envolventes que terão um perfil único de circulação partilhada, com prioridade para o peão.

A discussão pública do plano de revitalização desenhado pela autarquia teve início com uma sessão de esclarecimento e de recolha de contributos.

O processo de auscultação social informal vai prosseguir nos próximos dias até que tenha início o período formal de discussão pública com a publicação em Diário da República e que estará aberto por um período de 15 dias.
As pessoas ganham espaço, os carros perdem terreno mas permanecem e o estacionamento, em igual número ao existente, passa a estar organizado e concentrado nos dois parques situados no centro, na Praça D. Maria II, com 107 lugares de estacionamento tarifado, como actualmente, e Mouzinho de Albuquerque, com 184 lugares de estacionamento gratuito, mais quatro do que os existentes hoje.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.