Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Feira do Livro de Braga arranca sexta-feira em formato digital
Cabeceiras de Basto: Estação Náutica promove aspectos turísticos do concelho a partir de 2021

Feira do Livro de Braga arranca sexta-feira em formato digital

Alto Minho aposta no turismo equestre

Feira do Livro de Braga arranca sexta-feira em formato digital

Braga

2020-07-01 às 06h00

Paula Maia Paula Maia

Além de assumir os custos de inscrição dos 20 livreiros e alfarrabistas presentes, assim como a manu-tenção da plataforma, a câmara decidiu prolongar o certame para auxiliar estes agentes económicos.

Vinte e cinco mil euros é o valor que a Câmara Municipal de Braga, através da InvestBraga e com o apoio de mecenas, investiu na organização da Feira do Livro de Braga que arranca já na próxima sexta-feira em formato 100% digital devido à Covid-19.
O valor, semelhante às edições presenciais dos anos anteriores, inclui as inscrições na plataforma digital dos vinte livreiros e alfarrabistas que este ano participam naquela que é a 29.ª edição do certame de modo, segundo a vereadora da Cultura da câmara de Braga, “a minimizar o impacto financeiro” que estes agentes teriam de assumir num ano particularmente difícil.
Neste pacote está integrado ainda o processo de transição para o digital e manutenção da referida plataforma.
“O que queremos é que todos possam sair a ganhar ou pelo menos que não tenham nenhum tipo de prejuízos”, justificou Lídia Dias na videoconferência de apresentação da Feira do Livro,
Carlos Silva, administrador da InvestBraga sublinha que a grande fatia do bolo financeiro investido “tem retorno directo para as empresas de Braga”, que representam a grande maioria dos participantes desta edição, através da compra de livros.
A edição deste ano representa uma enorme desafio tanto para a organização como para as empresas participantes, como referiu Carlos Silva. “Colocar vinte lojistas que nunca tiveram uma loja online na internet num prazo de três semanas é um processo difícil e que envolve muita gente”, adiantou o responsável, dando conta que alguns livreiros quiseram desistir de participar, mas foram apoiados pela organização.
A vereadora da Cultura avançou que a decisão de realizar o certame foi tomada em Março, depois de se ter ponderado a sua anulação.“O desafio que assumimos é ir ao encontro daquele que é o nosso objectivo em todas as edições, ou seja, promover a literatura, aproximar o livro do leitor e de potenciais leitores e, ao mesmo tempo, tudo fazer para promover os livreiros que continuam de porta aberta no nosso território”, disse Lídia Dias.
O certame arranca já na próxima sexta-feira e prolonga-se até 3 de Setembro, dando oportunidade aos livreiros presentes de fazerem as suas vendas e, ao mesmo tempo, os interessados em fazer as suas compras a partir de qualquer ponto do país e do estrangeiro.
Assim, em ambiente digital, os visitantes podem aceder à plataforma que suporta o evento, recorrendo a uma tecnologia de Street View onde é convidado a viajar pelas ruas da cidade onde normalmente decorre a feira (Largo São João do Souto, Rua Francisco Sanches e Rua Dr. Justino Cruz) e seleccionar o stand que pretende visitar. Ao fazê-lo é enviado para a loja virtual da plataforma (dott.pt) onde pode escolher e comprar os artigos que pretende e que depois serão entregues em casa.
O programa cultural, as conversas com autores e outros momentos serão transmitidos na página do facebook.
Lídia Dias agradeceu a todos os parceiros e mecenas envolvidos nesta organização, e de forma especial ao grupo DST pelo apoio incondicional que tem dado à Cultura “como bem essencial” que fez do grupo “um exemplo nacional e internacional”.
José Teixeira, presidente do conselho de administração do DSTgroup, que participa na Feira do Livro pela 25.º ano, parabenizou a câmara e a InvestBraga por manter o certame em formato online “tirando partido das ferramentas digitais”.
O empresário destacou a importância do livro “num período tão extremo” e recorreu Nietzsche para sublinhar que a cultura deve ser usada como “uma ferramenta”, sobretudo numa altura de crise como a que estamos a atravessar.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho