Correio do Minho

Braga, terça-feira

Feiras Novas são “as melhores festas do Norte e do país”
Marcelo Rebelo de Sousa: “Professores em Portugal são dos melhores do mundo”

Feiras Novas são “as melhores festas do Norte e do país”

Centro Escolar de Merlim S. Pedro dotado de condições de excelência

Alto Minho

2018-08-27 às 06h00

Miguel Viana

Festas decorrem de 5 a 10 de Setembro e são consideradas uma das maiores romarias do Norte de Portugal. Cortejo etnográfico, gastronomia e muitos concertos musicais compõem o programa.

A vila de Ponte de Lima acolhe, entre os dias 5 e 10 de Setembro, as Feiras Novas. As festas do concelho foram consideradas pelo autarca limiano, Victor Mendes, um “momento único na vida do concelho” e como sendo “uma das maiores romaria do Norte e de Portugal”.
Victor Mendes lembrou que as várias actividades realizadas no âmbito das Feiras Novas atraem milhares de visitantes, contribuindo para “a afirmação do concelho de Ponte de Lima naquilo que é a nossa identidade cultural, as nossas tradições e que conta com uma afirmação muito forte de todos os cidadãos, das juntas e uniões de freguesia e das associações do nosso concelho”.

O autarca limiano perspectivou, por isso, “umas festas de sucesso que irão consituir-se como verdadeiras embaixadoras do concelho de Ponte de Lima. As festividades começam no dia 5, a partir das 21.30 horas, com uma arruada de concertinas, entre a Alameda de S. João e o Largo de Camões. A abertura solene das festas acontece a partir das 22 horas e é seguida, a partir das 22.15 horas, da abertura oficial da iluminação.
Na quinta-feira (dia 6) é apresentado o livro ‘Galinhas de Portugal’, a partir das 18 horas, na Casa dos Sabores.
A noite é preenchida com os concertos da Banda de Estorãos, no Largo de Camões (22 horas) e das ‘Garotas de Ipanema’, na Expolima.

Na sexta-feira (dia 7), o destaque vai para o fado de Coimbra, com a realização da iniciativa ‘Fado ao Centro, no Largo da Lapa (21 horas). Seguem-se os concertos das bandas de música da Casa do Povo de Moreira do Lima e de Rio Mau (Penafiel), a partir das 22 horas, no Largo de Camões. Meia hora depois sobem ao palco do Largo da Lapa as tunas de Engenharia da Universidade do Minho (Guimarães), Universitária do Minho (Braga), Tun’Obebes - Tuna Feminina de Engenharia da Universidade do Minho (Guimarães), Tun’ao Minho - Tuna Académica Feminina da Universidade do Minho (Braga) e Hinoportuna - Tuna Académica do Instituto Politécnico de Viana do Castelo. A manhã de sábado (dia 8) está reservada ao Concurso Pecuáriom no Picadeiro Grande da Expolima. No Largo de Camões actuam o Grupo de Cultura Musical de Ponte de Lima e a Orquestra Filarmónica 12 de Abril (de Águeda). A Expolima recebe, a partir das 10 horas, o primeiro Concurso Nacional de raças Autóctones. O Cortejo Etnográfico sai à rua a partir das 16 horas. À noite, o destaque vai para a actuação de Virgul, Mastiksoul e Mauro Barros, na Expolima.

Outro dos pontos altos das Feiras Novas é o Cortejo Histórico agendado para as 15.30 horas de domingo, e que vai percorrer o centro histórico de Ponte de Lima. O evento tem como tema ‘Ponte de Lima: Fragmentos da História de uma Vila’.
A partir das 18 horas decorre uma tourada na Expolima, com as presenças dos cavaleiros Tito Semedo, Filipe Gonçalves e Soraia Costa, e dos Forcados Amadores de Lisboa e Coimbra.
À noite, a partir das 21.30 horas, na Expolima, decorre o Festival Limiano de Folclore.
Na segunda-feira, a procissão de Nossa Senhora das Dores sai à rua a partir das 16.30 horas.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.