Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Festa Intercultural em Famalicão
Colisão violenta na EN202 causa um ferido grave

Festa Intercultural em Famalicão

Câmara do Comércio de Cyclades em Viana do Castelo para analisar possibilidade de cooperação entre as duas regiões

Festa Intercultural em Famalicão

Vale do Ave

2019-10-16 às 18h35

Redacção Redacção

Evento realiza-se este fim-de-semana, na Central de Camionagem, na cidade de Famalicão e insere-se na International Week 2019. Festa Intercultural promove integração das comunidades imigrantes através da arte.

Devido à previsão de condições meteorológicas adversas, a Festa Intercultural que ia realizar-se na Praça D. Maria II, passa para a Central de Camionagem de Famalicão .
 
Um fim-de-semana inteiro dedicado à interculturalidade, onde as diferentes comunidades que habitam o concelho de Vila Nova de Famalicão vão mostrar as suas tradições mais genuínas através da arte. Vai ser assim a Festa intercultural de Famalicão que decorre no próximo sábado e domingo, dias 19 e 20 de outubro, na Central de Camionagem.
 
O evento insere-se na International Week 2019 que arranca esta quinta-feira, com inúmeras atividades, que vão trazer o mundo até Famalicão.
 
A Festa Intercultural cumpre esse mesmo propósito contribuindo ainda para um estreitamento das relações entre as diferentes comunidades residentes no concelho.
 
Música da Ucrânia, poesia de Angola, dança do Brasil e Cuba, circo da Colômbia, são algumas das apresentações agendadas, às quais se juntam ainda os ritmos africanos e os concertos dos jovens artistas de Inglaterra.
 
Há muito para ver, ouvir e participar com dois dias repletos de animação, lazer e convívio.
 
Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, o evento assume “uma importância social enorme para o concelho, promovendo o convívio, o respeito e a partilha de culturas entre pessoas diferentes que dividem o mesmo território”. Por outro lado, a iniciativa “enriquece a agenda cultural do município trazendo novos eventos e novas artes aos nossos espaços”.
 
Refira-se que em Vila Nova de Famalicão, a imigração faz-se representar essencialmente através de cidadãos do Brasil (38 %), Ucrânia (20,1%) e China (7,8 %). Segue-se a Angola (3,8 %); Espanha (3,1) e França (3%).

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.