Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Festa Intercultural em Famalicão
Município de Esposende fomenta divulgação da História e Cultura local

Festa Intercultural em Famalicão

Programação do TGV com sabor natalício em Barcelos

Festa Intercultural em Famalicão

Vale do Ave

2019-10-16 às 18h35

Redacção Redacção

Evento realiza-se este fim-de-semana, na Central de Camionagem, na cidade de Famalicão e insere-se na International Week 2019. Festa Intercultural promove integração das comunidades imigrantes através da arte.

Devido à previsão de condições meteorológicas adversas, a Festa Intercultural que ia realizar-se na Praça D. Maria II, passa para a Central de Camionagem de Famalicão .
 
Um fim-de-semana inteiro dedicado à interculturalidade, onde as diferentes comunidades que habitam o concelho de Vila Nova de Famalicão vão mostrar as suas tradições mais genuínas através da arte. Vai ser assim a Festa intercultural de Famalicão que decorre no próximo sábado e domingo, dias 19 e 20 de outubro, na Central de Camionagem.
 
O evento insere-se na International Week 2019 que arranca esta quinta-feira, com inúmeras atividades, que vão trazer o mundo até Famalicão.
 
A Festa Intercultural cumpre esse mesmo propósito contribuindo ainda para um estreitamento das relações entre as diferentes comunidades residentes no concelho.
 
Música da Ucrânia, poesia de Angola, dança do Brasil e Cuba, circo da Colômbia, são algumas das apresentações agendadas, às quais se juntam ainda os ritmos africanos e os concertos dos jovens artistas de Inglaterra.
 
Há muito para ver, ouvir e participar com dois dias repletos de animação, lazer e convívio.
 
Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, o evento assume “uma importância social enorme para o concelho, promovendo o convívio, o respeito e a partilha de culturas entre pessoas diferentes que dividem o mesmo território”. Por outro lado, a iniciativa “enriquece a agenda cultural do município trazendo novos eventos e novas artes aos nossos espaços”.
 
Refira-se que em Vila Nova de Famalicão, a imigração faz-se representar essencialmente através de cidadãos do Brasil (38 %), Ucrânia (20,1%) e China (7,8 %). Segue-se a Angola (3,8 %); Espanha (3,1) e França (3%).

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.