Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
‘Fibrenamics Green’ finalista dos prémios Regiostars
Desemprego desce no mês de Junho

‘Fibrenamics Green’ finalista dos prémios Regiostars

Festas de Nossa Senhora da Lapa vividas em formato digital

‘Fibrenamics Green’ finalista dos prémios Regiostars

Ensino

2020-07-10 às 08h03

Redacção Redacção

Prémios da Comissão Europeia distinguem boas práticas apoiadas por fundos comunitários. Plataforma da UMinho desenvolve produtos a partir de resíduos industriais, criando valor.

A plataforma ‘Fibrenamics Green’, criada na Universidade do Minho para desenvolvimento de produtos aproveitando resíduos industriais, é um dos 25 projectos finalistas aos prémios Regiostars 2020 da Comissão Europeia, conhecidos ontem, que distinguem boas práticas apoiadas por fundos comunitários.
“Trata-se de um investimento apoiado pelo programa regional Norte 2020, no contexto dos incentivos para a transferência do conhecimento científico e tecnológico”, explica em comunicado a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N).

A entidade gestora do Norte 2020, e responsável pela candidatura do projecto aos prémios, destaca o “trabalho em rede que a plataforma dinamiza e que envolve as diferentes fases da criação de novos produtos – como o design, a engenharia e a criatividade – a partir do aproveitamento de resíduos de várias indústrias do Norte de Portugal”.
Desenvolvido pela Plataforma Internacional ‘Fibrenamics’ da Universidade do Minho, em parceria com o Centro para a Valorização de Resíduos, em Guimarães, o projecto agora finalista tem como finalidade promover a utilização de resíduos de várias indústrias em novos produtos inovadores, criando valor.

“A ‘Fibrenamics Green’ pretende agregar num espaço comum os vários ‘players’ de toda a cadeia de valor do processo de geração e valorização de resíduos, potencializando a transferência de conhecimento interdisciplinar e multissectorial, no desenvolvimento dos produtos com base em resíduos, impulsionados pelo conhecimento científico e tecnológico”, pode ler-se na página da plataforma.
Para o Registars 2020, a 'Fibrenamics Green' concorre na categoria “Economia Circular para uma Europa Verde”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho