Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Gala do Desporto de Barcelos vai entregar 78 galardões
Museus municipais reabrem ao público segunda-feira

Gala do Desporto de Barcelos vai entregar 78 galardões

Município assina protocolos para entregar carrinhas a três Conferências Vicentinas

Gala do Desporto de Barcelos vai entregar 78 galardões

Desporto

2020-03-10 às 06h00

Rui Serapicos Rui Serapicos

Dia 5 de Abril, no Pavilhão Municipal, a Câmara de Barcelos vai entregar 78 galardões a distinguir desempenhos desportivos. Para o ano há mais, garante presidente da autarquia.

Na segunda Gala do Desporto de Barcelos, que dia 5 de Abril vai ter lugar no pavilhão municipal, serão atribuídos 78 galardões, anunciou ontem o presidente da autarquia. Miguel Costa Gomes, que falava em conferência de imprensa, revelou ainda que se trata de” desempenhos que se distinguem em 24 modalidades”.
Hóquei em patins, canoagem, motonáutica, basquetebol em cadeira de rodas ou karaté são outras modalidades com galardoados.

Este ano, haverá a distinguir a categoria desporto universitário, pela primeira vez, juntando-se às que já na gala inaugural haviam tido lugar, como desporto adaptado, futebol popular ou ainda pódios internacionais.
Lembrando que o concelho conta com 306 associações, o edil reconheceu a “dificuldade política de as apoiar a todas” e que se na primeira gala tinham sido entregues 52 galardões, este ano o número sobe para 78, mas com critério de selecção, para “não tornar isto uma iniciativa banal”.

Ladeado à mesa pelo vereador do Desporto, António Santos Rocha, e pelo padrinho da gala, o treinador de futebol conhecido como professor Neca, Miguel Costa Gomes lembrou ainda que se com a última reorganização administrativa o concelho conta com 61 freguesias e uniões, em termos práticos ainda são as “89 paróquias”, pois os presidentes de junta “não falam em união de freguesias, falam cada um da sua freguesia”.
O presidente da autarquia barcelense fez ainda questão de garantir que haverá no próximo ano vai ter lugar a terceira edição da gala. A quarta, acrescentou “não sei, porque já não serei eu quem está cá”.

Professor Neca: “Desde 1966 nos juvenis do Gil Vicente”
Manuel Gonçalves Gomes começou, com 15 anos, em 1966 a jogar futebol na equipa de primeiro ano dos juvenis do Gil Vicente.
O “professor Neca”, como é hoje conhecido o treinador, que a autarquia de Barcelos escolheu para ser padrinho da segunda Gala do Desporto, acentuou ontem a condição de “barcelense”.

Lembrando a sua passagem por clubes e selecções da Ásia à América, África e Europa, frisou que teve sempre nessas geografias o cuidado de levar informações sobre Barcelos.
Uma vez no Kuwait, “eu vi um galo de Barcelos”, relatou, para adiante explicar tratar-se de uma imagem promocional de uma cadeia de restauração.
“Nas Maldivas, na China, na Coreia do Sul ou Vietname, eu distribuí panfletos que antes tinha pedido do turismo de Barcelos”, garantiu.
Neca revelou-se no entanto surpreendido pelo “ecletismo e modalidades desportivas que se praticam em Barcelos”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho