Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
GD Os Alegrienses ‘resiste’ com o sonho de voltar a ter casa
Hospital inicia realização de testes à Covid-19

GD Os Alegrienses ‘resiste’ com o sonho de voltar a ter casa

Caminha: APA melhora condições para a prática balnear em Moledo

GD Os Alegrienses ‘resiste’ com o sonho de voltar a ter casa

Desporto

2020-01-29 às 06h00

Carlos Costinha Sousa Carlos Costinha Sousa

Clube bracarense continua sem ter campo próprio depois da construção do Hospital de Braga. Situação obriga a uma vida diária de casa às costas que só aumenta as dificuldades de sobre-vivência do clube. Mas um homem persiste: Feliciano Direito.

É um nome conhecido por todos quantos têm qualquer tipo de ligação ao futebol distrital da Associação de Futebol de Braga. É um presidente mítico de um clube também ele mítico da associação bracarense e a dedicação que tem demonstrado, a cortesia, educação e forma de encarar o jogo faz dele um homem reconhecido e elogiado em todos os campos de futebol a nível distrital.
Feliciano Direito é o presidente do Grupo Desportivo Os Alegrienses encontrando-se no comando do clube há 30 anos consecutivos. Será mesmo, possivelmente, o presidente em mais tempo em funções, de forma consecutiva, entre os clubes da AF Braga.

Mas o mítico presidente está desgastado... Não só pelos longos anos que já leva sempre no comando do clube, mas também pela situação do campo de futebol do Alegrienses, que não se resolve e que deixa a instituição numa situação cada vez mais complicada de gerir.
Numa fase mais modesta do clube, a nível desportivo, neste momento o Alegrienses apenas é representado pela equipa sénior. No entanto, o presidente tem outros desejos, outros sonhos.

“Gostava de ter formação outra vez no clube. Era a forma perfeita de revitalizar o Alegrienses e de assegurar o futuro do clube. Mas é muito complicado e mesmo impossível fazer isso quando não temos campo próprio e o que utilizamos [Parque Desportivo da Rodovia] tem uma ocupação quase total já que para além de nós são vários os clubes que lá treinam e jogam”, refere Feliciano Direito, emocionando-se até quando fala do sonho que tem: “Esta história da formação é uma meta, um desejo que temos, mas para isso precisamos de ter um espaço para nós. Temos que ter um campo de futebol próprio e só depois poderemos reorganizar o clube e trabalhar para revitalizar o Alegrienses com sangue novo. Mas esse é um sonho que sei que está difícil de concretizar. Eu conseguia resolver facilmente esse problema e, ao mesmo tempo, daria uma nova vida a um espaço que está completamente ao abandono [Campo de Jogos de Gualtar], mas parece-me missão impossível”.

Feliciano Direito: Uma vida dedicada ao GD Os Alegrienses

“Sou um homem nascido, criado e que sempre viveu no Bairro da Alegria. E não vou sair daqui. Para mim, ser alegriense é uma forma de vida e vou sempre defender o meu bairro. E com o Alegrienses é a mesma coisas. São 30 anos consecutivos como presidente da direcção, mais os que passei como jogador. Estou ligado ao Alegrienses desde a sua fundação. E vou estar sempre! Claro que já são muitos anos e tenho vindo a dizer que este foi o último ano como presidente, mas tenho sempre adiado a minha saída... Mas a família precisa mais de mim. Já sofreu muito com alguma ausência minha, apesar de nunca me terem cobrado nada. Eles sabem como sou, desta minha ligação ao clube e eles próprios também a têm. Mesmo assim, começa a chegar a hora de dizer adeus e permitir que outros venham e tomem conta do clube. Porque sei que vai aparecer alguém para assumir.”

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho