Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Gonçalo Guedes está em “perfeita forma”
Bruno Vieira Amaral recebe Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco em Seide

Gonçalo Guedes está em “perfeita forma”

Ciência Viva desafia a descobrir Astronomia, Biologia e Geologia

Gonçalo Guedes está em “perfeita forma”

Desporto

2021-06-13 às 12h25

Rui Miguel Graça Rui Miguel Graça

Avançado assegura que pretende complicar a vida a Fernando Santos e que está em forma, depois de ter testado positivo à Covid-19.

O avançado Gonçalo Guedes assegurou que está em “perfeita forma” para “complicar a vida” ao seleccionador, após ter testado positivo à covid-19 e, consequentemente, falhado o início da preparação de Portugal com vista à participação no Euro2020.
A situação recente que viveu, ao estar em isolamento durante 10 dias, antes de integrar os trabalhos apenas no dia 5 de junho, foi tema dominante na conferência de imprensa, realizada no Estádio Illovszky Rudolf, em Budapeste.
“Estou em perfeita forma. Não parei, apesar de estar 10 dias em casa. Estive todos os dias a treinar, sinto-me bem e confiante em mim próprio para ajudar a equipa”, começou por dizer o extremo dos espanhóis do Valência.
E acrescentou: “Não tive sintomas. A única coisa que fiz foi trabalhar de manhã e de tarde, duas vezes por dia. Não senti grande diferença. Fiz exercício para me manter e chegar nas melhores condições.”

A época menos positiva no clube ‘che’ “não interessa, nem pesa nada”, segundo Guedes, que está apenas concentrado em “ajudar a equipa das ‘quinas’ no presente e no futuro”.
A opções para o ataque do campeão europeu em título são várias e o avançado, de 24 anos, considera que a “vida fica muito complicada” para o selecionador Fernando Santos.
“O ‘mister’ tem a vida muito complicada, isso é muito bom. A nós [jogadores] cabe-nos trabalhar da melhor forma e dificultar a decisão do ‘mister’. Temos de estar preparados. Estou pronto para ajudar um minuto, 30 ou 90. Temos que estar preparados para ajudar a equipa e é isso que vou fazer até ao final do Europeu”, apontou.

Com estreia marcada para terça-feira, em Budapeste, diante da anfitriã Hungria, a equipa das ‘quinas’ já analisou o primeiro oponente do grupo F e definiu a estratégia para ultrapassá-lo.
“Já analisámos a Hungria, já vimos os pontos fortes e pontos fracos. Queremos aproveitá-los e minimizar os pontos fortes. Nós sabemos que a Hungria é uma equipa difícil, disputa todas as bolas até final, não dá nada por perdido e nas bolas aéreas é muito forte. Temos de ter bola, pressionar. Se eles têm público, nós temos de ter a bola”, concluiu Gonçalo Guedes.
Portugal, que é o detentor do troféu, integra o grupo F do Euro2020, juntamente com as selecções da Hungria, Alemanha e França.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho