Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Governo confirma construção do novo hospital a breve prazo
Caminhada para conhecer os encantos da Cabreira

Governo confirma construção do novo hospital a breve prazo

Requalificação da Travessa do Largo Santa de Tecla

Governo confirma construção do novo hospital a breve prazo

Cávado

2024-05-24 às 06h00

Miguel Viana Miguel Viana

Ministra da Saúde, Ana Paula Martins, diz que “palavra dada é palavra honrada” e que o Governo vai lançar a obra “o mais rápido possível.” O presidente da Câmara de Barcelos disse estar esperançado de que a obra saia do papel ao fim de 15 anos.

Citação

A ministra da Saúde, Ana Paula Martins, confirmou ontem a construção do novo Hospital de Barcelos. A ministra da Saúde presidiu à entrega de 15 viaturas eléctricas que foram colocadas ao serviço das unidades de saúde familiar e de Cuidados Continuados. “O actual Primeiro Ministro, Luís Montenegro, comprometeu-se durante a campanha eleitoral, a cumprir essa ambição, e aqui estou para reafirmar esse compromisso. Palavra dada é palavra honrada”, afirmou Ana Paula Martins.
A ministra da Saúde adiantou ainda que ainda não existe um calendário para a construção do Hospital, mas garantiu que o Governo já tem “ a revisão do projecto de arquitectura. Já há muito trabalho feito em termos do plano funcional e das valências. Temos, agora, que terminar o projecto de arquitectura e preciso de me sentar com a Comissão que trabalhou neste projecto para actualizar as valências médico-cirúrgicas e a adaptação de recursos. O compromisso é que o faremos o mais breve possível.” Ana Paula Martins assegurou que a nova unidade de saúde “vai fazer parte do plano das infraestruturas que este Governo vai lançar o mais depressa possível”.
O presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Mário Constantino mostrou-se agradado com a promessa da ministra da Saúde.

“A senhora ministra confirmou que o Hospital de Barcelos é para avançar. O reforço e clarificação que ela deu hoje [ontem] deixa-me muito esperançado de que finalmente, ao fim de década e meia, vamos conseguir ter de pé o novo Hospital em Barcelos”, destacou Mário Constantino. O autarca barcelense lembrou que está praticamente tudo pronto para avançar com a obra e “a senhora ministra comprometeu-se a cumprir com o último passo, que é a actualização do projecto de arquitectura. Depois disso, é só uma questão de vontade política. Tenho que acreditar que assim vai acontecer”. Mário Constantino deu ainda conta de que o processo de aquisição dos terrenos onde vai ser construído o novo hospital está praticamente concluído.
“O processo está em fase terminal. Neste momento, estão os serviços do município a fazer as contas quanto às cedências do domínio público, para que o preço seja ajustado àquele que foi deliberado em 2019 ou 2020, de quatro milhões de euros mais algumas contrapartidas”, disse Mário Constantino. O assunto deve ser levado pelo edil à próxima reunião do executivo municipal.

Viaturas eléctricas melhoram eficiência dos cuidados de saúde

O município de Barcelos recebeu ontem, do Ministério da Saúde, 15 carrinhas eléctricas que estarão ao serviço das unidade de saúde familiar e de Cuidados Continuados.
As viaturas são geridas pela Câmara Municipal de Barcelos.
“Estas viaturas destinam-se ao apoio domiciliário. Tendo nós uma população já com alguma idade, este apoio é decisivo, porque vai permitir que mais pessoas possam ser atendidas e não tenham que se deslocar aos centros de saúde”, indicou Mário Constantino, presidente da Câmara Municipal de Barcelos.

O autarca alertou o Ministério da Saúde para a necessidade de se fazer acompanhar a transferência de competências do Governo para os municípios, do respectivo envelope financeiro.
“É importante rever os contratos das transferências para que sejam acompanhadas dos respectivos envelopes financeiros’, alertou Mário Constantino.
As viaturas estão equipadas com meios informáticos para agilizar a medicação e o agendamento de exames de dignóstico.

A ministra da Saúde, Ana Paula Martins, disse que estar em Barcelos é como se estivesse em casa e destacou que as novas viaturas vêm proporcionar “respostas mais eficientes” à população do concelho de Barcelos.
O presidente do Conselho Directivo da Administração Regional de Saúde do Norte, Carlos Alberto Nunes, destacou que as viaturas vão permitir aos profissionais de saúde “prestar cuidados de saúde primários em casa de pessoas que estão incapacitadas de se deslocar.”
O responsável pelo Conselho Directivo da ARS - Norte deu conta de que as unidades de saúde dispunham de viaturas de serviço com mais de 20 anos e com gastos excessivos ao nível do consumo de combustível e de manutenção.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho