Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Gualtar festejou São Miguel com “extraordinária adesão” popular
Ligações indevidas à rede de águas pluviais poluem ribeiro em Viana do Castelo - APA

Gualtar festejou São Miguel com “extraordinária adesão” popular

Covid-19: Tribunal da Concorrência fixa cauções aos clubes multados pela AdC

Gualtar festejou São Miguel com “extraordinária adesão” popular

Braga

2022-10-03 às 06h00

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Gualtar voltou a celebrar as Grandes Festividades em Honra de São Miguel. Foram quatro dias intensos de festa que ficaram marcados pela “extraordinária” adesão dos gualtarenses aos momentos de animação, mas também às celebrações religiosas.

Citação

A elevada participação da população marcou os quatro dias das Grandes Festividades em Honra de São Miguel que ontem terminaram, em Gualtar. A afluência dos gualtarenses notou-se não só nos momentos de animação, mas também nos actos religiosos que “são o centro destas festas”, como realça o cónego Avelino Amorim.
Foi em 2018 que se realizou a primeira edição destas festas. Até então, a paróquia assinalava o dia do padroeiro com uma eucaristia.
Já com o cónego Avelino Amorim como pároco, a comunidade mobilizou-se e foi formada uma Comissão de Festas que garantiu a realização das festividades desde 2018 até agora.
Em 2020 não foi possível celebrar o padroeiro, devido à pandemia. E no ano passado o programa foi muito restrito, ainda devido à situação de saúde pública que se vivia.

Este ano, passada a pandemia, a festa voltou a realizar-se e notou-se uma “extraordinária adesão” tanto nos momentos profanos, como nos religiosos. “É um sinal visível da união desta comunidade”, nota o cónego, que coordenou a Comissão de Festas responsável pelo alargamento das celebrações e pelo seu complemento com um programa cultural e artístico “que dá um colorido interessante à festa e se revelou uma aposta a que as pessoas aderem cada vez mais”.
Apesar dos tempos difíceis, a comunidade tem sido generosa e contribuído para a realização das festas, constata o cónego. “Quando as pessoas são envolvidas, quando há verdadeiramente o espírito de comunidade, a generosidade aparece, os problemas resolvem-se e a alegria partilha-se na festa”, referiu.

Nesta festividade, o pároco deixou ainda uma mensagem aos fiéis, desafiando-os a seguir o exemplo de São Miguel e, “em liberdade, dizer sim a Deus”.
“Realizámos novena desde o dia 20 com a novena e o objectivo foi sempre esse: encontramos alguma referência para a nossa vida, sobretudo para a nossa vida cristã, a partir do padroeiro que celebramos”, referiu, lembrando o testemunho que São Miguel deixou “de dizer ‘sim’ a Deus’ quando poderia ter dito ‘não’ como outros anjos o fizeram’.
As festividades deste ano ficam também marcadas pelo encerramento de um ciclo, uma vez que a Comissão de Festas vai ser renovada. No próximo domingo serão apresentados à comunidade os novos membros.

Lápide testemunha devoção e reconhece Comissão de Festas

Num sinal exterior de devoção a São Miguel e de reconhecimento ao trabalho desenvolvido pela primeira Comissão de Festas, foi descerrada ontem uma lápide, colocada à porta da igreja paroquial de Gualtar.
O momento decorreu no final da eucaristia solene em honra de São Miguel, um dos pontos de destaque do programa das Grandes Festividades em Honra de São Miguel.
Esta lápide “é um sinal exterior da nossa devoção e gratidão ao padroeiro São Miguel” e, ao mesmo tempo, “é uma forma muito singela, mas também merecida, de reconhecermos o trabalho que esta primeira Comissão de Festas, de forma desinteressada, foi capaz de realizar desde 2018 até este ano. Um trabalho realizado com qualidade e dignidade, como todos reconhecem”, referiu o cónego Avelino Amorim.
O pároco de Gualtar sublinhou que lápide não tem por finalidade “elogiar pessoas”, mas sim “reconhecer o contributo que estas pessoas tiveram ao fazer nascer estas festas e dar-lhes esta importância”.

A Comissão de Festas que promoveu a primeira edição das Grandes Festividades em Honra de São Miguel tinha por missão organizar o evento ao longo de três anos. “Acabaram por ser cinco, devido à pandemia”, justifica o cónego Avelino Amorim.
Os protagonistas vão mudar, mas o futuro destas festividades de tradição recente está garantido. “Já tivemos, este ano, um casal a acompanhar a organização para irem percebendo o dinamismo que organizar a festa implica”, revelou o pároco, revelando ainda que serão três os casais gualtarenses que vão integrar a nova Comissão de Festas. “Serão apresentados, no próximo domingo, à comunidade paroquial”, disse, acrescentando que além deste núcleo duro, a Comissão de Festas contará também com “um leque alargado de colaboradores” que vão garantir a continuidades das festividades.

Procissão foi ponto altas das festas

A Majestosa Procissão em Honra de São Miguel foi o ponto alto dos quatro dias de festividades em Gualtar. Este acto religioso, realizado ontem à tarde, registou elevada participação da comunidade gualtarense que assim deu testemunho da sua devoção pelo padroeiro.
Oito andores magnificamente ornamentados com flores naturais foram levados em ombros por populares, percorrendo algumas artérias de Gualtar.
À frente seguiu o andor com a imagem do Menino Jesus, carregado por jovens, numa dinâmica que pretendeu fazer a ligação à Jornada Mundial da Juventude que Portugal vai acolher - explicou o pároco local.
A ornamentação de seis andores foi oferecida por particulares, assim como a decoração da igreja onde, ontem de manhã, se celebrou a eucaristia solene em honra de São Miguel.

Já a ornamentação do andor de São Brás foi oferecida pela Confraria de São Brás e o andor de Nossa Senhora das Graças foi decorado pela Legião de Maria, grupo paroquial de que é padroeira.
A estes andores, na procissão, juntaram-se ainda os de São José, Coração de Jesus, Nossa Senhora de Fátima, Senhora do Sameiro e do padroeiro, São Miguel.
O cónego Avelino Amorim, destaca não só a elevada participação dos paroquianos na procissão, mas também o facto de a participação ter decorrido “com muita dignidade e respeito, numa manifestação exterior da nossa devoção por São Miguel”.
Além da missa e da procissão, o programa religioso de ficou ainda marcado pelo sermão.

Comunidade participa activamente nas festas

O presidente da Junta de Freguesia de Gualtar, que acompanhou a preparação e desenrolar das festividades, realça a “extraordinária mobilização popular” registada, além enaltecer o papel dos gualtarenses que voluntariamente integraram a comissão de festas.
Em declarações ao Correio do Minho, João Vieira, notou que as Grandes Festividades em Honra de São Miguel se dividem em duas partes, a religiosa e a popular, com a Junta de Freguesia a apoiar esta segunda vertente logística e financeiramente. Um apoio justificado porque “esta é uma festa da comunidade, que envolve as associações e colectividades, no fundo todos os que na freguesia fazem trabalho do desporto até à cultura”. As associações tiveram também oportunidade de marcar presença e fazer alguma receita para ajudar à sua actividade.

O autarca realça que a festa decorreu “em comunhão com a paróquia, numa partilha frutífera”, evidenciando em particular “o papel das pessoas que se voluntariaram a fazer parte da Comissão de Festas” e que contribuíram para que as festividades fossem “um grande sucesso”.
João Vieira refere que adesão popular não se registou apenas na elevada participação ao longo dos quatro dias de festa, mas também no peditório prévio feito pela Comissão de Festas, onde se verificou “um importante contributo” para a concretização das festividades.
O presidente da Junta considera ainda que a nova localização da festa se revelou muito positiva, aguardando-se agora que o Município proceda ao alargamento e requalificação daquelas artérias. é uma intervenção que vai dar melhores condições para os eventos a realizar no centro da freguesia, mas também vai permitir criar mais segurança, no dia-a-dia, no acesso às escolas.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho