Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Guerreiros saem de Belgrado sem encontrarem rumo certo
Novo Executivo Municipal de Terras de Bouro reuniu pela primeira vez

Guerreiros saem de Belgrado sem encontrarem rumo certo

Casa do Professor promove sucesso dos alunos

Guerreiros saem de Belgrado sem encontrarem rumo certo

Desporto

2021-09-17 às 06h00

Ricardo Anselmo Ricardo Anselmo

Minutos finais frenéticos trouxeram emoção a um jogo parco em momentos de perigo. Ineficácia voltou a tramar os arsenalistas, à frente... e atrás. Terceiro jogo sem vencer. Último lugar do grupo.

Vida difícil para os Guerreiros do Minho, que confirmaram na Sérvia o mau momento vivido em termos de resultados - terceiro jogo consecutivo sem vencer, depois dos nulos com Vitória SC e Paços de Ferreira. Do ponto de vista exibicional, algumas melhorias. Carvalhal promoveu a estreia a titular de Lucas Mineiro, que funcionou bem ao lado de Al Musrati. O brasileiro esteve até perto de marcar, num remate que desviou na cabeça de Ricardo Horta e esbarrou na trave. Antes disso, porém, muitos remates, mas todos sem pontaria. Ricardo Horta, Galeno, Abel Ruiz... nenhum deles mostrava ter a mira calibrada, sem esquecer Piazon, que exagerou no adorno que quis emprestar a um lance flagrante de golo (depois de assistência deliciosa de Ricardo Horta), desperdiçando a melhor chance dos arsenalistas na primeira parte.

Com os sérvios manietados, sem capacidade para furar a organização minhota, dava a ideia de que, com um pouco mais de dinâmica e melhor definição no último terço, a felicidade poderia estar ao virar da esquina, mas não foi assim. A toada manteve-se pachorrenta, sem grandes nem perigosas aproximações a qualquer uma das balizas, à excepção do tal remate de Lucas Mineiro, até que chegávamos ao quarto-de-hora final e a emoção tomou conta do Rajko Mitic.

Num dos inúmeros pontapés-de-canto de que dispôs o conjunto de Belgrado, Musrati não acompanhou convenientemente Rodic que, de cabeça, fez o primeiro. O que pareceria um murro no estômago nem chegou a sê-lo tal foi a rapidez com que o Braga respondeu a este percalço. No minuto seguinte, Galeno encheu o peito, serpenteou pela defesa sérvia, rematou colocado e marcou um belo golo, capaz de congelar a explosão que se verificara segundos antes.

O domínio emocional das operações estava agora do lado dos rapazes de Carlos Carvalhal que, com o acrescento de qualidade proporcionado pelas entradas de André Horta e Fábio Martins, pareciam ter todas as condições para tirar partido do choque psicológico que se poderia abater sobre o tetra-campeão sérvio. O problema voltou a estar na ineficácia, desta vez defensiva, com Tormena a cair na armadilha de Ivanic e a ceder um daqueles penáltis tremendamente desnecessários. A história acabou aí e não mais o Braga se aproximou novamente do golo, saindo da Sérvia no último lugar do grupo F.

Carlos Carvalhal: “Houve demonstração de grande capacidade”

O resultado não agradou, obviamente, mas em relação à atitude da equipa, Carvalhal, desta vez, não teve apontamentos a fazer.
“Num contexto em que tinha de reagir, a equipa deu uma demonstração de grande capacidade, perante um adversário difícil, num ambiente muito difícil. Os jogadores fizeram um jogo muito bom. Pecámos na finalização”, lamentou, avisando, porém, que “isto vai mudar”, admitindo que a equipa estava alertada para o tipo de lance que resultou no primeiro golo sérvio.

“O Estrela Vermelha procurou jogar mais em transição na segunda parte. Num canto, num lance para o qual estávamos perfeitamente avisados, sofremos um golo, e, depois, numa transição, numa jogada que saiu, fortuita, acabaram por conseguir um penálti e ganhar”, frisou, garantindo que a equipa sai da Sérvia “inteira e preparada para o que aí vem”.
“Estamos no início de época. Temos um plantel equilibrado que nos permite fazer ajustamentos. Vamos sempre apresentar a melhor equipa em todos jogos e vamos melhorar”, pro- meteu.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho