Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Guiados pela inspiração do mortífero Fábio Abreu
Empresas vimaranenses no caminho do digital

Guiados pela inspiração do mortífero Fábio Abreu

Feira do Livro realiza-se em ambiente digital

Guiados pela inspiração do mortífero Fábio Abreu

Desporto

2020-03-08 às 19h45

Miguel Machado Miguel Machado

Triunfo sem espinhas. O Moreirense não experimentou grandes dificuldades para ultrapassar o Marítimo e confirma excelente momento na I Liga. Cónegos atingem 30 pontos na tabela da I Liga.

Parece fácil. O Moreirense continua em grande nesta fase da temporada e despachou o Marítimo com duas “sapatadas” na partida da 24.ª jornada da I Liga. Desde a chegada do treinador Ricardo Soares este é o melhor período da equipa minhota, que somou sexto jogo consecutivo a pontuar. Com esta vitória o Moreirense atingiu também a barreira psicológica dos 30 pontos e caminha cada vez mais seguro para a manutenção no maior campeonato de futebol português.

A viver igualmente um grande momento em Moreira de Cónegos está o avançado angolano Fábio Abreu. Internacional de 27 anos abriu caminho a mais uma vitória com um golo de bela execução aos 26 minutos, após assistência de Filipe Soares. Um golpe rude nas aspirações dos insulares que estavam a dividir bem a partida no Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, ontem preenchida com 1580 adeptos.
À meia hora, contrariedade para a equipa minhota com Gabrielzinho a sair lesionado, mas entrou bem Luis Machado.
Com o ‘guerreiro’ Xadas no onze inicial, e inconformado diga-se, o Marítimo pouco fez para inverter o resultado até ao intervalo.

No segundo tempo, os insulares tentaram dar um impulso após o reatamento, mas a verdade é que o Moreirense reagiu rapidamente e criou oportunidades para dilatar a vantagem. Missão cumprida à passagem do minuto 54. Desta vez foi Fábio Abreu a assistir o colega Filipe Soares que atirou com conta, peso e medida para o fundo das redes de Amir. Com dois golos de vantagem a equipa vimaranense, liderada pelo treinador Ricardo Soares, merece todos os elogios pela forma segura como geriu. Processos simples, mas eficazes de um grupo de jogadores que sabe o que faz dentro das quatro linhas.
O Moreirense até podia ter chegado ao terceiro, mas selou com qualidade a conquista de mais três pontos.

Ricardo Soares: “Fomos compactos, controlámos o jogo e fomos muito fortes”

“O jogo nunca esteve fácil, o Marítimo tem uma excelente equipa e os meus jogadores fizeram um trabalho exemplar. Fomos compactos, controlámos o jogo e fomos muito fortes nas transições. Sabíamos que o Marítimo tem facilidade em ter posse de bola, mas essa posse de bola foi em zonas que a nos não nos dizem nada.”
“Triunfo dá confiança e mais motivação. Chegamos aos 30 pontos, queremos atingir os objectivos do clube, mas temos de continuar a trabalhar porque o campeonato está muito competitivo entre as equipas de baixo.”
“O Fábio tem feito um trabalho extraordinário. Feliz por ele mas será injusto não falar em todos os jogadores.”

José Gomes: “Faltou alma, dinâmica e alegria a jogar... temos de reflectir”

“O jogo começou como esperávamos, com a coesão que caracteriza o Moreirense. Havia que procurar desequilibrar pacientemente. Começámos a fazer isso, a circular, conseguimos algumas vezes. Se olharmos para a frieza dos números há sinal mais para o Moreirense, mas hoje faltou uma coisa que tem de estar por trás de quem joga e que a minha equipa não apresentou, que é agressividade. Faltou alma, dinâmica e alegria a jogar. O único responsável seu eu, sei que os jogadores têm capacidade. O que aconteceu hoje merece uma reflexão profunda. O Marítimo obriga a quem o representa que tenha que dar obrigatoriamente o máximo.”

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho