Correio do Minho

Braga,

- +
Guimarães faz balanço de um ano de Provedor do Idoso
UMinho quer promover envolvimento cívico dos seus estudantes

Guimarães faz balanço de um ano de Provedor do Idoso

Conselho Municipal da Juventude reuniu por videoconferência para fazer balanço do ano

Guimarães faz balanço de um ano de Provedor do Idoso

Vale do Ave

2018-05-09 às 16h25

Redacção Redacção

A Câmara Municipal de Guimarães apresentou os números de balanço do primeiro ano do Provedor do Idoso. Domingos Bragança pretende melhor qualidade de vida para os idosos.

Sessão intitulada Provedor do Idoso de Guimarães: Direitos e Participação decorreu esta terça-feira, 8 de maio, na Plataforma das Artes e da Criatividade, com o objetivo de assinalar o primeiro ano de atividade do Provedor do Idoso. A existência de idosos mais felizes no concelho de Guimarães é consensual, mas também permanece a certeza que há um longo caminho a percorrer.
 
Esta iniciativa contou com a participação do Presidente da Câmara Municipal, Domingos Bragança, a vereadora da Ação Social, Paula Oliveira, o Provedor do Idoso, José Lopes, o Presidente da Comissão de Proteção ao Idoso, Carlos Branco e ainda o Procurador Coordenador do Ministério Público da Comarca de Braga, Jorge Gonçalves.
 
A Câmara Municipal de Guimarães foi pioneira na aposta no Provedor do Idoso tendo como princípio o papel de promover a reflexão, segundo Domingos Bragança, e ajudar as pessoas mais idosas em função de uma melhor qualidade de vida. O presidente da Autarquia vimaranense defende que as pessoas idosas espelham tranquilidade e o exemplo da vivência em comunidade apelando para continuarem ativas e participarem em iniciativas culturais, ambientais, da comunidade. É importante fazer coisas bonitas, em comunidade, dando um contributo para uma sociedade mais integrada e feliz, vincou Domingos Bragança.
 
Uma das principais preocupações da Câmara Municipal passa pelo combate ao isolamento, conforme referiu a vereadora da Ação Social. Paula Oliveira enalteceu o desempenho do Provedor do Idoso numa articulação com o Município e a Rede Social, permitindo uma leitura mais real das fragilidades da população idosa.
 
O Provedor do Idoso, José Lopes, destacou o 'Programa 65+', que o Município criou em parceria com diversas Instituições Sociais do concelho, constatando que mobiliza já a competência, carinho e dedicação de mais de 40 gestoras, que sinalizam e acompanham com alguma regularidade, nas suas casas, os 2.075 idosos já sinalizados, grande parte deles a viverem sozinhos.

José Lopes aponta ainda que há muito trabalho a fazer e muitas coisas a melhorar tendo como suporte os dados do 'Programa 65+'. São necessários ainda mais gestoras sociais para que cada uma não tenha na sua lista mais que 30/40 pessoas sinalizadas, pois só assim será possível fazer visitas mais regulares, verdadeiramente próximas das pessoas, referiu.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho