Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Guimarães: Município homenageia voluntários com monumento ao Bombeiro
Carolina Santos vence ‘Fora da Caixa’

Guimarães: Município homenageia voluntários com monumento ao Bombeiro

Primeira fase da reabilitação da antiga Francisco Sanches orçada em 1,7 milhões

Guimarães: Município homenageia voluntários com monumento ao Bombeiro

Vale do Ave

2015-03-23 às 14h24

Isabel Vilhena Isabel Vilhena

O Monumento ao Bombeiro e a doação de uma ambulância à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Guimarães foi desta forma que a câmara municipal demonstrou o seu reconhecimento e gratidão pela coragem e dedicação ao próximo.

O Monumento ao Bombeiro como prova de gratidão e reconhecimento pela coragem e dedicação ao próximo foi erguido ontem na Alameda Dr. Alfredo Pimenta, em Guimarães, em frente ao quartel dos Bombeiros Voluntários.
A inauguração do monumento marcou de um modo muito especial as comemorações do trigésimo oitavo aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Guimarães.

Este monumento doado pela Câmara Municipal de Guimarães representa, segundo o edil vimaranense Domingos Bragança, “um imenso sentimento de gratidão que os vimaranenses sentem pelos nossos bombeiros. Espero que os soldados da paz se sintam orgulhosos com esta escultura que pretende homenagear e perpetuar a memória do bombeiro”.

Para o presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Guimarães, Gualter Costa e Silva, “esta data ficará imortalizada no monumentos ao Bombeiro que a Câmara Municipal de Guimarães executou, implantou e ofereceu a esta associação, homenageando todos os bombeiros e respectivas famílias, pela coragem e dedicação ao próximo, e para que se perpetue a memória dos seus feitos e dos seus actos”.

Para reforçar os serviços que os bombeiros prestam à população, a autarquia ofereceu uma ambulância à corporação, ajudando a diminuir as carências de meios rodoviários indispensáveis ao socorro.

Gualter Costa e Silva sublinhou que “ninguém duvida que a sociedade estima e reconhece o papel dos bombeiros, urge, no entanto, materializar esse reconhecimento com acções como as de hoje, com a inauguração deste monumento, coma inclusão desta viatura na frota das viaturas desta associação”, frisando que este é o caminho e são objectivos da direcção “dignificar a a instituição, dotá-la de meios técnicos e equipamentos, aproximar e envolver a sociedade civil nesta causa humanitária de protecção e socorro que por vezes é esquecida pela população”.

O presidente da direcção alertou ainda que, fruto do risco inerente à profissão de bombeiro, “é tempo de cuidar da manutenção da saúde emocional, psicossocial e biológica dos nossos bombeiros com ou sem farda”, e nesse sentido estão a equacionar a permanência da bombeiro voluntária Anabela Cardoso, licenciada em psicologia, como psicóloga profissional a meio tempo para prestar apoio aos bombeiros.

O Comandante dos Bombeiros Voluntários de Guimarães, Bento Marques, reforçou que “há muito a fazer em matéria de financiamento dos corpos de bombeiros e de política de incentivos aos bombeiros voluntários que trabalham sem receber nada em troca. E caso não haja uma inversão nestas políticas, isso um dia vai custar muito dinheiro ao país ter corporações profissionais”, advertiu.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho