Correio do Minho

Braga,

“Guimarães, Cidade Natal” abre as portas do território no mês de dezembro 
‘TUB Natal’ e viagens de borla cativam uso do transporte público

“Guimarães, Cidade Natal” abre as portas do território no mês de dezembro 

Câmara de Viana do Castelo inaugura ‘novo’ Parque Infantil de Nogueira

Vale do Ave

2018-11-21 às 11h39

Redacção

Comunidade vimaranense está convidada a assistir ao momento da apresentação do programa “Guimarães, Cidade Natal”, numa sessão agendada para sábado, às 16h30, no Museu Alberto Sampaio.

“Guimarães, Cidade Natal” pretende ser um conceito que abranja o Património e o Território Vimaranense durante este período festivo. Destaque para o património material e classificado, do Centro Histórico, que comemora o seu 17º aniversário de registo na lista da UNESCO, e o imaterial, das suas gentes, criadores e tradições.
 
Através deste conceito emergiram quatro grandes programas: O Natal – numa vertente global, desde a decoração da cidade, ao Mercado de Natal na Alameda de São Dâmaso, passando pela animação itinerante e no Coreto, assim como os habituais Concertos de Natal; As comemorações do Património da Humanidade, no dia 13 de dezembro, prolongando-se pelo fim de semana; a Passagem de Ano – com um novo palco alternativo e criativo, na Praça da Plataforma das Artes e Criatividade - e o já habitual e icónico Concerto de Ano Novo, da Orquestra de Guimarães.
 
Se há cidade portuguesa que nos remete para a matriz identitária do país e para as nossas origens, é Guimarães. O epíteto Cidade-Berço remete-nos para o nascimento, assim como o Natal. É desta fusão que surge “Guimarães, Cidade Natal”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.